Filomena Cautela Quem Quer Ser Milionário
Fotografia: RTP

‘Quem Quer Ser Milionário? – Alta Pressão’ regressa à RTP1 esta semana

Está de regresso à RTP1 o Quem Quem Ser Milionário? – Alta Pressão, que assinalou os vinte anos do concurso. A partir de segunda-feira (26), a temporada, de 30 episódios, gravada em 2020 e apresentada por Filomena Cautela estará em exibição na estação pública em horário nobre, substituindo assim o Joker, atualmente comandado por Vasco Palmeirim.

No formato Alta Pressão, versão diferente do formato tradicional, seis concorrentes disputam entre si a possibilidade de responder a quinze perguntas de escolha múltipla para ganhar o prémio final máximo de 50 mil euros. Chegada a sua vez, o concorrente pode responder ou, se não souber a resposta correta, passar ao próximo, que é obrigado a responder. Se este acertar, pode prosseguir o jogo, mas se perder é imediatamente eliminado.

Filomena Cautela regressa então aos ecrãs da RTP1, ainda que através da reposição do famoso game show, depois de uma breve pausa de cerca de duas semanas, quando terminou o Programa Cautelar. De recordar que este seu novo formato foi renovado para uma segunda temporada que estreia “em breve”.

Este verão vem também aí uma nova temporada de I Love Portugal. O formato que a apresentadora conduz em parceria com Vasco Palmeirim pela terceira vez e que testa o conhecimento de várias caras conhecidas dos portugueses sobre Portugal, regressa ao canal estatal a 1 de agosto. Os capitães de equipa este ano voltarão a ser Carlão, Toy, Teresa Guilherme e Carolina Deslandes.

Vale a pena recordar que o formato Quem quer ser milionário? – Alta Pressão contava já com outras duas temporadas na RTP1, em 2010 e em 2015, ambas apresentadas por José Carlos Malato. O formato foi retomado em 2020 para celebrar o 20.º aniversário do programa Quem Quer Ser Milionário em Portugal, concurso que nasceu no Reino Unido em 1998 como o título Who Wants to Be a Millionaire? e que se internacionalizou, com versões em vários países do mundo, do Canadá às Filipinas, ao longo dos seus mais de vinte anos de existência.