Instagram está a ser usado por cibercriminosos como mercado para venda de credenciais roubadas e botnets. O alerta foi dado por Joseph Cox, da Mortherboard.

De acordo com o repórter, o Instagram, que agora é detido pelo Facebook, é um paraíso para os cibercriminosos. Para isso, contribuíram as conhecidas dificuldades da rede social, criada por Mark Zuckerberg, em moderar o conteúdo publicado nas suas plataformas. A alegada interferência nas eleições norte-americanas é um exemplo dessas dificuldades.

Lê também: Facebook testa música em fotos e vídeos

Os “bens” comercializados no Instagram são logins para o Spotify e Fortnite, bem como acesso a botnets que podem ser usadas para atacar servidores, enviar spam ou realizar outras atividades ilícitas. Os logins para o jogo Fortnite parecem ser de especial interesse para os seus clientes, dada a crescente popularidade do jogo e uma vez que algumas destas contas possuem skins exclusivas e upgrades.

A forma como estas vendas são anunciadas revela as muitas dificuldades que o Facebook, e por conseguinte o Instagram, têm na moderação dos conteúdos publicados. Os cibercriminosos que usam a plataforma tanto anunciam o que têm para venda através de publicações normais, como usam as stories.

instagram screenshot

Screenshot de uma publicação a vender acesso a uma botnet

A transição, por parte de alguns cibercriminosos, das plataformas da Dark Web para as redes sociais poderá ser uma forma de chegarem a mais potenciais clientes, já que nem toda a gente tem know-how ou vontade de aceder à Dark Web. A escolha do Instagram como mercado poderá estar relacionada com a dificuldade que os moderadores da plataforma têm em fazer cumprir os seus Termos de Utilização, onde figura o seguinte:

You can’t do anything unlawful, misleading, or fraudulent or for an illegal or unauthorized purpose.

Esta situação já terá sido reportada ao Instagram. Estas contas, no entanto, continuam ativas à data de escrita deste artigo.

Lê também: Sem tempo para ler? A biblioteca pública de Nova Iorque ajuda-te… no Instagram