Por entre a correria da escola, da faculdade ou do trabalho, e somando todas as coisas rotineiras que precisamos de fazer todos os dias, é difícil arranjar tempo para sentar e ler um bom livro, até para quem não os dispensa, seja verão ou inverno.

Mas confessemos, para ver algumas stories no metro ou antes de ir dormir temos sempre tempo. Já para ler o caso complica-se.

Para quem acha que não tem tempo para a literatura, para quem lê demais mas nunca perde uma oportunidade para ler mais um bocadinho ou mesmo para aqueles que passam horas em transportes e podiam fazer bom uso desse tempo, esta solução é para todos e para cada um.

A biblioteca pública de Nova Iorque (NYPL) quer mudar tanto a forma como vemos e usamos a ferramenta stories do Instagram como o tempo que doamos à leitura. Para tal, vai passar a disponibilizar livros nas suas “stories“ para quem quiser ler ou fazer apenas scroll.

O projecto chama-se InstaNovels e quer que todos os users do Instagram dêem oportunidade a livros que provavelmente não requisitariam na sua biblioteca local como Alice no País das Maravilhas, de Lewis Carroll, a primeira aposta desta iniciativa. Esta obra em concreto já pode ser lida nos highlights do perfil da NYPL.

Mais do que ler as obras apenas através da app, o objetivo é criar um biblioteca digital para ser visitada sempre que os utilizadores assim desejarem. As obras vão ser também acompanhadas de ilustrações de vários artistas que deram vida às capas dos livros escolhidos através do design e da animação.

A tecnologia tenta ao máximo simular a leitura de um livro físico. Para virar as páginas basta levantar o dedo do ecrã e para segurar a página para ler é só pousar o dedo sobre o mesmo. Para já só está disponível o conto de Lewis Carroll mas já há planos para que nos próximos meses The Yellow Wallpaper, de Charlotte Perkins Gilman, e A Metamorfose, de Franz Kafka cheguem às ”prateleiras” da biblioteca digital.

LÊ TAMBÉM: VÃO SER LANÇADOS TRÊS NOVOS LIVROS DE HARRY POTTER