daenerys Game of Thrones

Emilia Clarke celebra 35 anos. Relembra os melhores papéis da atriz

Emilia Clarke celebra, este sábado (23), 35 anos de idade. A atriz estreou-se em 2009 na área da representação, mas foi apenas em 2011 que se tornou mundialmente conhecida, graças à interpretação de Daenerys Targaryen, em Game of Thrones. A artista britânica está de parabéns e por isso recordamos alguns dos melhores papéis da sua carreira, do pequeno ao grande ecrã.

Daenerys Targaryen, em Game of Thrones (2011-2019)

“A Primeira de Seu Nome”, “Nascida da Tormenta”, “A Não Queimada”, “Mãe de Dragões”, “Quebradora de Correntes e Senhora dos Sete Reinos”. Estes são alguns dos títulos que caracterizam a personagem de Emilia Clarke em Game Of Thrones. Daenerys Targaryen rapidamente conquistou o carinho do público e tornou-se num dos maiores ícones feministas em todo o mundo.

Emilia Clarke

Lançada em 2011, a série realizada por David Benioff e Daniel Brett Weiss é uma adaptação da série de livros As Crónicas de Gelo e Fogo, de George R. R. Martin. A prestação de Clarke na trama, como Daenerys, foi altamente elogiada pela crítica, tendo recebido três nomeações ao Emmy Award de Melhor Atriz Secundária em Série Dramática e uma nomeação ao Emmy Award de Melhor Atriz de Série Dramática.

Sarah Connor, em O Exterminador Implacável: Genisys (2015)

Clarke tem um papel crucial no quinto filme da franquia Exterminador Implacável, estrelada por Arnold Schwarzenegger. A intérprete veste a pele de Sarah Connor, mãe de John Connor (Jason Clarke), o líder da resistência humana contra a Skynet, uma inteligência artificial que tem como objetivo destruir a raça humana. Depois de os vilões enviarem um T-800 (protótipo de Exterminador desenhado pela própria Skynet) para o passado, com o fim de matar Sarah, cabe a Kyle Reese (Jai Courtney), braço direito de John, a tarefa de voltar atrás no tempo e protegê-la do perigo que se avizinha.

Mesmo tendo um budget elevado, de cerca de 133 milhões de euros, a longa-metragem foi uma das mais rentáveis de toda a franquia. O Exterminador Implacável: Genisys lucrou mais de 377 milhões de euros em todo o mundo.

Louisa Clark, em Viver Depois de Ti (2016)

Baseado no romance escrito por Jojo Moyes em 2012, Viver Depois de Ti ganhou uma adaptação para os cinemas em 2016. Dirigido por Thea Sharrock, este drama romântico tem Emilia Clarke como uma das protagonistas. O filme retrata a história de uma alegre rapariga chamada Louisa Clark. Louisa é contratada para cuidar de Will Traynor (Sam Claflin), um jovem que ficou tetraplégico após um acidente de mota e que perdeu o gosto pela vida.

Emilia Clarke Viver Depois de Ti

Apesar das críticas medianas, que elogiavam essencialmente a química entre Clarke e Claflin, a longa-metragem foi um sucesso absoluto de bilheteira. Com um orçamento de cerca de 17 milhões de euros, Viver Depois de Ti arrecadou em todo o mundo mais de 178 milhões de euros.

Qi’Ra, em Han Solo: Uma História de Star Wars (2018)

Esta é uma das mais famosas franquias cinematográficas das quais Emilia fez parte. O enredo de Han Solo: Uma História de Star Wars acontece dez anos antes dos eventos dos filmes originais da saga e acompanha as aventuras de Han Solo (Alden Ehrenreich).

Clarke surge no papel de Qi’Ra, a amiga (e mais tarde interesse amoroso) de Han. Ambos órfãos, cresceram no planeta Corellia, onde passavam dificuldades. Cansados, decidem engendrar um plano para escaparem, o que acaba por piorar ainda mais a situação: Han Solo consegue escapar, mas Qi’Ra é apanhada. Separado da amada, o protagonista alia-se a novos parceiros, como Chewbacca (Joonas Suotamo) e Lando Calrissian (Donald Glover), e embarca na aventura de regressar à terra natal e salvar Qi’Ra.

Apesar de o filme não ter sido um êxito de bilheteira e de ter recebido críticas medianas, a performance de Emilia Clarke foi aclamada pela crítica. A atriz chegou mesmo a ser nomeada aos Teen Choice Awards, na categoria de Melhor Atriz de Verão.

Kate Andrich, em Last Christmas (2019)

Dirigida por Paul Feig e escrita por Emma Thompson (que também integra o elenco) e Bryonny Kimmings, esta comédia romântica é inspirada na famosa música do cantor George Michael. Emilia Clarke apresenta-se ao público como Kate, uma jovem trabalhadora de uma loja de Natal. Quando a protagonista julga nada dar certo na sua vida, aparece Tom (Henry Golding), um rapaz demasiado perfeito para ser real. Os dois apaixonam-se rapidamente e, mais tarde, Kate começa a perceber que afinal nem tudo é o que parece.

O filme não foi um hit de bilheteira, mas conseguiu um sucesso moderado junto do público, tendo rendido mais de 103 milhões de euros em todo o mundo. A crítica elogiou a prestação de Clarke e a química da atriz com Henry Golding, o par romântico, mas apontou algumas falhas na trama, considerando-a pouco engraçada e com um plot twist pouco surpreendente.

Emilia Clarke
Fotografia: Emilia Clarke/Divulgação

Os fãs da atriz vão poder vê-la brevemente em Secret Invasion, uma das próximas séries da Marvel Studios a chegar à plataforma de streaming Disney+. A produção não tem ainda uma data de estreia definida, mas esta está apontada para 2022. Ao elenco do projeto juntam-se a Emilia Clarke nomes como Samuel L. Jackson (The Avengers), Ben Mendelsohn (Captain Marvel) e Olivia Colman (The Crown).