Audiências Big Brother
Fotografia: TVI/Divulgação

Audiências. Ao sábado, ‘Big Brother’ distancia-se da SIC

O Big Brother: Duplo Impacto estreou-se ao sábado e conseguiu dar a liderança das audiências, em média, no horário em que foi transmitido, à TVI. A primeira parte do reality show foi o programa mais visto do dia, no entanto, este primeiro bloco alternou entre a liderança e a vice-liderança com o episódio especial de Amor Amor.

A principal novela da SIC conseguiu marcar 12,2% de rating e 22,4% de share, fidelizando em média, mais de um milhão e 159 mil espectadores. Amor Amor começou e acabou uns minutos mais tarde que o Big Brother e conseguiu liderar durante cerca de 40 minutos não consecutivos, aproveitando também um intervalo da TVI. No confronto direto, o folhetim perdeu para o reality-show.

Apesar do bom desempenho da ficção da SIC, o canal de Queluz conseguiu reunir um maior número de espectadores nesta faixa. O primeiro bloco do Big Brother: Duplo Impacto (12,4%/22,3%) foi acompanhado, em média, por mais de um milhão e 170 mil espectadores.

Com o fim do capítulo da novela da Três, a TVI aproveitou e não saiu do primeiro lugar durante o resto da noite. Já contra Patrões Fora (8,1%/18,6%), o segundo bloco do Big Brother, chamado O Jogo (11,9%/26,5%), distanciou-se da SIC. A diferença entre os dois canais tornou-se mais notória com o início das Nomeações (9,6%/30,5%). Nesta altura a SIC tinha no ar uma reposição do Terra Nossa (3,3%/12,1%) e chegou a estar a mais de 20 pontos percentuais atrás da Quatro.

A Ligação à Casa (3,8%/20%) manteve a liderança e marcou mesmo o melhor valor de audiência média desde que começou o Big Brother. Este bloco do reality show bateu-se com os minutos finais do Terra Nossa e o início do filme Miami Vice, na SIC.

A aposta da RTP1 para o horário nobre deste sábado foi a Final do Festival da Canção 2021. O programa durou mais de três horas e marcou 6,9% de rating e 14,5% de share. Em média, o programa ficou em terceiro lugar, apenas ocupando a vice-liderança das audiências a partir do momento em que, na SIC, começou a repetição do programa de César Mourão. A Final do concurso foi menos vista que a primeira semifinal.

Nas contas finais do dia, a SIC saiu vitoriosa com 18,1% de share. No entanto, o canal de Queluz ficou próximo do primeiro lugar, com 17,1% de quota de mercado. A RTP1 não foi além de um distante terceiro lugar do pódio com 11,7%.

Outros destaques:

  • O Estamos em Casa (3,4%/17,9%), apresentado por Mariana Monteiro, foi líder de audiências. Durante esta faixa, a RTP foi segunda enquanto esteve no ar o Bom Dia Portugal (1,7%/14,1%) e passou para o terceiro lugar a partir das 10h. Entre as 10h e as 12h, os três programas emitidos pela RTP1 marcaram mínimos de rating e de share: Animais Incríveis (1,7%/9%), Mal-Amanhados (1,7%/7,6%) e Ni Hao China: Chengdu (2,1%/8%). Na TVI, os dois episódios de Inspetor Max, 1,5% / 9,3% e 2,3% / 11,6%, e o Querido Mudei a Casa! (3%/12,6%) vice-lideraram.
  • Na SIC, O Nosso Mundo (7,2%/23,4%) marcou o melhor valor em share e liderou frente a Vida Animal (3,9%/12,7%), na TVI, e aos minutos finais de Ni Hao China: Chengdu e Ni Hao China: Tianjin (2,7%/8,4%), na RTP.
  • O Primeiro Jornal (11,7%/29,3%) atingiu o melhor valor de quota de mercado e liderou as audiências no horário. O noticiário da SIC foi acompanhado por mais de um milhão de espectadores. O Jornal da Uma (6%/15,3%) foi segundo e o Jornal da Tarde (5,5%/13,8%) terceiro.
  • Os programas habituais das tardes de sábado da SIC, não só conseguiram liderar, como também atingiram os melhores valores em share. Alta Definição (10/26,9%), E-Especial (7,1%/20,6%), Casa Nova, Vida Nova (6,4%/19%) e Regresso ao Futuro (5,7%/16,9%) colocaram o canal de Paço de Arcos no primeiro lugar das audiências.
  • O Conta-me (6%/16,5%), que recebeu Miguel Vieira, atingiu a pior audiência média. Tanto o programa de entrevistas, como o VivaVida (5,4%/15,9%) foram vice-líderes.
  • O Em Família (6%/14,9%) foi segundo enquanto enfrentou o Regresso ao Futuro, mas saltou para a liderança assim que, na SIC, começou o Código Da Vinci (6,3%/13,9%). O programa da TVI saiu do primeiro lugar e começou a alternar com a SIC entre a liderança e a vice-liderança a partir das 18h50. Nesta altura a RTP1 liderava as audiências com os minutos finais de Hoje há Festival (3,3%/8,8%), que marcou o pior valor em rating, e um episódio repetido de O Preço Certo (9,5%/17,8%).
  • O Jornal da Noite (11,7%/20,2%) foi o informativo mais visto do dia. No entanto, o Jornal das 8 (11,2%/19,3%) conseguiu a liderança durante os últimos 40 minutos em que foi transmitido. O Telejornal (9,9%/17,1%) até começou no primeiro lugar, mas acabou por cair para o último lugar do pódio.
Mais Artigos
Ana Moura
Ana Moura deixa editora e agência. Fãs “vão poder participar sobre os direitos das minhas músicas”