Jim Carrey

kick-ass-2-chloe-moretz1

De Kick-Ass para Kiss-Ass

Kick-Ass foi um marco no ano de 2010. Uma sátira ultra-violenta, temperada com um tom de ironia ácida e cómica ao mesmo tempo, fazia uma troça inteligente e bem conseguida aos filmes de super-heróis. Por detrás das máscaras, não havia almas nobres, causas justas ou sentido de honra. Pelo contrário, havia cromos, sociopatas, tarados e muita ilusão de grandeza. Era o perfeito anti-blockbuster, pois pegava numa categoria popular entre as massas e, cumprindo as regras e convenções do género, ridicularizava genialmente os filmes de super-heróis, assim como com as audiências, uma vez que muitas pessoas iam ver o filme, à espera de um típico filme de pipocas. Apesar de não ter sido um grande êxito de bilheteiras, a audácia do filme tem vindo a angariar um culto muito acérrimo.