Interstellar

unnamed (2)

FLY London apresenta “Interstellar”

A portuguesa FLY London, apresentou a sua colecção Interstellar para o próximo outono/inverno, em colaboração com a artista plástica Cristina Rodrigues. Em azul, camel, castanho e preto, esta parceria destaca-se pela utilização de fitas de cetim, no lugar dos tradicionais cordões.A portuguesa FLY London, apresentou a sua colecção Interstellar para o próximo outono/inverno, em colaboração com a artista plástica Cristina Rodrigues. Em azul, camel, castanho e preto, esta parceria destaca-se pela utilização de fitas de cetim, no lugar dos tradicionais cordões.
brevemente

Brevemente. Piratas, viagens no espaço e uma América desconhecida

Esta semana destacamos a transmissão de A Espada e a Rosa e Interstellar na televisão nacional, assim como o regresso de The Americans e, aproveitando a estreia do filme The Revenant, ainda te sugerimos um documentário até aos primórdios da América que conta com a participação de vários atores do filme. Não percas tudo o que se vai passar... Brevemente!
hqdefault

‘2001: an Interstellar Odyssey’: Kubrick e Nolan confrontados em vídeo

Vários são os cinéfilos que afirmam existir múltiplas semelhanças entre o mais recente filme sci-fi de Christopher Nolan, Interstellar, e o clássico dos anos 60, 2001: Odisseia no Espaço, obra-prima de Stanley Kubrick. Jorge Luengo Ruiz, um estudante de cinema espanhol, transportou esta ideia para o mundo audiovisual, numa montagem onde é possível comparar as similaridades visuais das duas obras, usando como banda sonora a sempre deslumbrante valsa Danúbio Azul, de Johann Strauss.
interstellar-chris-nolan-receiving-unexpected-reviews-interstellar

Interstellar: Uma Nova Odisseia no Espaço

Depois de terminada a saga Batman, o trabalho de Christopher Nolan volta aos cinemas e desta vez com uma épica aventura espacial. Interstellar afirma-se desde já como um dos grandes blockbusters do ano e um dos mais ambiciosos filmes da carreira deste realizador norte-americano, suplantando o trabalho feito por Gravidade e afirmando a ficção científica como um dos géneros mais poderosos no panorama cinematográfico actual.