GUIdance 2016

GUIdance 2016_2

GUIdance 2016: ‘Golden Hours (As you like it)’ – Shakespeare também dança pop

A encerrar o palco do Centro Cultural Vila Flor esteve Anne Teresa de Keersmaeker e a sua companhia Rosas com o espetáculo 'Golden Hours (as you like it)', uma peça que junta Shakespeare à música pop. Uma performance diferente, na vanguarda da dança contemporânea que cada vez mais tende para o teatro mudo e para um movimento livre.... Lê mais...
GUIdance 2016_2

GUIdance 2016 – ‘Je danse parce que je me méfie des mots’: uma homenagem em forma de reencontro

Ontem o pequeno auditório do Centro Cultural Vila Flor recebeu Je danse parce que je me méfie des mots, um espetáculo da japonesa Kaori Ito. Pela quarta vezes em Guimarães esta criadora veio acompanhada pelo pai. Um espetáculo de partilha de intimidades, de reencontro entre pai e filha, uma aproximação pela arte. Comovente e divertido, mais um espetáculo da sexta edição do GUIdance que foi aplaudido em pé por uma plateia esgotada.... Lê mais...
GUIdance 2016_2

GUIdance 2016 – ‘Kaash’: o equilibrio das três artes e a perfeição da (con)fusão de culturas

“E se” este é o significa de Kaash, a palavra que dá nome ao espetáculo de Akram Khan Company. É sobre esta condicional que partimos para uma descoberta de um mundo de transculturalidade, onde a dança contemporânea se funde com a dança tradicional hindu kathak. Um espetáculo que atingiu a perfeição da dança e o equilíbrio fundamental de três artes: dança, cenário e som. ... Lê mais...