em busca do tempo perdido

capa

‘Albertine, o Continente Celeste’ como mote para todas as faces do ser humano

'Albertine, o Continente Celeste' passou pelo Teatro Nacional de São João, no Porto, e agora permanece até sábado no São Luiz, em Lisboa. Escrita e encenada por Gonçalo Waddington, são colocados em cima do palco Marcel Proust e Albertine enroladas em conhecimentos de física, biologia, astrofísica como camuflagem dos verdadeiros sentimentos que nutrem um pelo o outro.... Lê mais...