culturgest

this-is-how-we-die-espalha-factos-alt

‘This Is How We Die’: «Tonight the tongue is a weapon»

This Is How We Die esteve em palco nos dias um, dois e três de junho, na Culturgest, no âmbito do Alkantara Festival. O primeiro espetáculo a solo do ator, encenador e músico Christopher Brett Bailey é uma viagem fatal pela cultura americana e um exorcismo estonteante de um mundo convencido que está a morrer, histórias de paranoia, amor juvenil e ultraviolência que se manifestam numa odisseia de humor-negro e prosa de pesadelo.
Christopher_Brett_Jemima_Yong

O que não podes perder no Alkantara Festival 2016

Uma iniciativa da organização Alkantara de Lisboa, desde 2006 que o Alkantara Festival tem vindo a promover a arte performativa e a criação contemporânea. Este ano, a sua 14.ª edição terá início a 25 de maio e irá terminará a 11 de junho. Com apresentações em diversos locais de Lisboa, contando com seis artistas portugueses em oito das apresentações e um rol de artistas e performers internacionais de todas as partes do mundo, o Alkantara 2016 vem combatendo a perspetiva eurocêntrica da arte contemporânea, centrando a sua programação na fronteira entre progresso e tradição.

‘Rule of Thirds’: procurar a humanidade de um instante

'Rule of Thirds' é o novo espetáculo de António Cabrita e São Castro que partem agora para o desvendar da imagem. A fotografia de Henri Cartier-Bresson é o mote para esta criação em que os instantes captados ganham uma nova dimensão imaginária de passado e futuro, assumindo-se como eternas suspensões que voltam agora a ser animadas no corpo de quatro bailarinos: António Cabrita, Luís Malaquias, Margarida Belo Costa e São Castro.
persfoto Total Eclipse Of The Heart van Kassys 1

‘Total Eclipse Of the Heart’: os holandeses que nos deram música

Apenas uma semana após a estreia, em Amesterdão, Lisboa teve a honra de receber 'Total Eclipse Of The Heart' (mesmo que só por 3 dias) na Culturgest! O coletivo Kassys escolheu a capital lisboeta para primeira paragem da sua digressão e o acontecimento eclipsou de tal forma o coração do Espalha-Factos que fomos a correr ver o espetáculo!