Opinião

Fotografia: Cláudia Varejão

Programa Dança e Documentário da CNB: um jogo de contrastes e a procura do humano

No último dia de Janeiro, Miguel Ramalho subiu pela última vez a palco para mostrar 'I Miguel', a primeira peça de autoria coreográfica de Faustin Linyekula. Foi no Rivoli que se assistiu a uma peça de contrastes, de intensidades, de vivências. Falamos de Miguel, de Faustin, de Portugal e do Congo. Falamos do eu, falamos do outro, do eu ser o outro e de não ser ninguém. Durante um ano Cláudia Varejão descalçou os sapatos e entrou na CNB. Foi convidada a visitar a companhia, a observa-la, a gravá-la e a fazer um filme documentário com isso. 'No escuro do cinema descalço os sapatos' é o resultado.
Bowie Last picture

A transformação final de Bowie

Esta era daquelas noticias de que o mundo não estava a espera e muito menos precisava. Daquelas coisas que ninguém quer acordar e saber. David Bowie morreu segunda-feira, dia 11 de Janeiro de 2016, aos 69 anos e dias depois de ter lançado aquele que seria o seu último álbum, Blackstar, bem recebido pela grande maioria da critica e seus fãs de longa data.
b91c652ff948fbfa4ec34ee7bf93186c1f79d260

Crítica: Art Angels, de Grimes

Há coisa de quatro anos menos dois meses, caía-nos do céu uma energética, talentosa e inescapavelmente encantadora nova artista, com um álbum que ainda se mostra bem presente no imaginário da indietronica corrente. É certo que já contávamos com dois registos de Grimes, mas foi à terceira que a intérprete de Vancouver deu o salto para o mainstream, perante o aplauso incessante dos fãs e da crítica.
Coldplay

“A Head Full of Dreams” dos Coldplay: Farewell

A Head Full of Dreams é o título do novo álbum dos Coldplay, lançado esta sexta-feira (4) pela Parlophone e pela Atlantic Records. Este é, segundo a banda de Chris Martin, o último álbum do grupo, depois de seis projetos discográficos gravados ao longo destes quase 20 anos de carreira. Para muitos, o grupo poderá ter começado a perder a sua essência após o lançamento de Mylo Xyloto, mas este novo disco prova que, se calhar, Martin e os seus colegas ainda têm algum potencial.