Alexandra Correia da Silva

Historiadora de formação, melómana por convicção, trabalha com o passado e as culturas juvenis e com o presente e a educação. Acredita, pois, que a música atravessa todas essas realidades. Tagarela por defeito e sportinguista de feitio, tem Águeda, Coimbra e agora Lisboa como pátrias.