O Espalha-Factos terminou. Sabe mais aqui.
Doutor Estranho
Fotografia: Divulgação

People’s Choice Awards. ‘Doutor Estranho’ é eleito o Melhor Filme de 2022

A cerimónia People’s Choice Awards 2022 decorreu esta madrugada em Santa Monica, nos Estados Unidos da América. Apresentada por Kenan Thompson, houve vários premiados dentro das 40 categorias que envolvem áreas como o cinema, televisão e cultura pop.

O grande vencedor de Melhor Filme de 2022 foi um dos mais recentes filmes da Marvel Studios: Doutor Estranho no Multiverso da Loucura. Mesmo com filmes como Elvis, The Batman, Top Gun – Maverick, Nope e Bullet Train, o filme do mago supremo conseguiu a preferência dos fãs.

Porém, o vencedor da categoria Filme de Ação foi a sequela do filme de 1986, Top Gun – Maverick. Já o prémio de Estrela de Cinema Masculina foi para o ator que interpretou o “deus do trovão”, Chris Hemsworth, pelo filme Thor: Amor e Trovão. Elizabeth Olsen levou dois prémios para casa: Estrela de Cinema Feminina e Estrela de Cinema em Ação por causa do papel na sequela de Doutor Estranho.

As plataformas de streaming também foram distinguidas na cerimónia. O Projeto Adam, da Netflix, foi eleito o Filme de Comédia de 2022 e a longa-metragem Não Te Preocupes, Querida ganhou o prémio de melhor Filme de Drama. Houve outros projetos que mesmo com várias nomeações não levaram nada para casa, como é o caso do mais recente filme de Jordan Peele, Nope.

As séries também foram premiadas durante o evento. Stranger Things, da Netflix, foi eleita como Programa de 2022 e Programa de Ficção Científica/Fantasia frente a projetos como House of the Dragon, da HBO Max, Obi-Wan Kenobi, da Disney+, ou Better Call Saul, outra da Netflix.

Já na área da música, o cantor e ator Harry Styles, que tinha seis nomeações ao todo, só arrecadou o prémio de Artista Masculino em Música. Taylor Swift também teve o seu reconhecimento na cerimónia, tendo sido a artista mais premiada na área da música. Artista Feminina, Melhor Álbum (por Midnights) e Melhor Videoclipe (pelo tema Anti-Hero’).