'A Nova Cinderela no Gelo' | Fotografia: Bruno de Azevedo

‘A Nova Cinderela no Gelo’. Musical com Carolina Deslandes já pode ser visto em Matosinhos

Com Carolina Deslandes e Irma no papel da princesa, o espetáculo está em cena no MarShopping até 5 de janeiro

Com Carolina Deslandes e Irma no papel da princesa, A Nova Cinderela no Gelo estreou no MarShopping, esta quarta-feira, com uma história renovada do conto de fadas.

O musical é a oitava parceria com o MarShopping, em Matosinhos, e está em cena na Arena AM Live, no parque de estacionamento exterior do centro comercial, até dia 5 de janeiro. Carolina Deslandes, Irma e Carina Leitão vão dividir o papel da protagonista, nas diferentes sessões.

O espetáculo é da responsabilidade da equipa por detrás dos sucessos de bilheteira Alice e o País das Maravilhas no Gelo e O Peter Pan no Gelo, com encenação de João A. Guimarães, texto e letras de Ana Queirós, coreografia de Joana Quelhas e música e orquestração de Artur Guimarães.

A Cinderela no Gelo já tinha estado no Marshopping em 2015, com José Fidalgo e Liliana Santos. Desta vez, a história foi atualizada. Enquanto a história original retrata uma Cinderela que sonha em encontrar o amor, A Nova Cinderela no Gelo mostra uma Cinderela com sonhos e objetivos focados em si, e não num homem. Na pista de gelo em frente ao MarShopping, vemos uma Cinderela que não vai ao baile à procura do príncipe, mas vê o evento como uma oportunidade para mostrar ao reino as suas músicas originais, pois o seu sonho é ser cantora.

Acompanhado de atuações e músicas vibrantes, o texto de A Nova Cinderela no Gelo prima pela igualdade de direitos, igualdade de escolha e igualdade de oportunidades dos seus personagens, tanto a Cinderela como o príncipe que, apesar de terminarem juntos, tinham objetivos diferentes para si do que lhes seria esperado.

“Ao contrário das outras princesas do reino, ela não vai lá à procura do amor. Ela vai lá porque o sonho dela é cantar no palácio e mostrar os originais dela. Ela vai lá e tenta explicar às princesas que elas têm de ter mãos e poder sobre o próprio futuro”, explica Irma.

“Está tudo a mudar. Finalmente conseguimos pegar em peças de teatro em que as mulheres estão sempre à espera de serem salvas e à espera de serem escolhidas para casar e a mulher passa a ser a figura central, dona da sua vida, dona das suas escolhas”, acrescentou Carolina Deslandes. A cantora não podia estar mais contente com o primeiro papel como atriz, com o qual admite identificar-se bastante. “Esta Cinderela cruza-se muito com a minha vida. Muitas vezes estou a dizer coisas dentro do guião e penso ‘isto podia ter sido eu a escrever’”, desabafa a artista que é ativa na luta pela igualdade de género.

Carolina revela ainda que nunca se imaginou no papel de Cinderela, pelas caraterísticas da personagem do conto de fadas original e admite: “Eu nunca fui muito de princesas porque não me encaixava naquele padrão. Eu não sou uma pessoa graciosa. Eu não sou uma pessoa obviamente feminina. Nunca gostei de vestidos e principalmente nunca gostei de ser salva”.

A grande missão do musical é inspirar as raparigas a seguir os seus sonhos e o que querem para o seu futuro, em vez de seguir um homem e querer ser a esposa perfeita. Irma orgulha-se de fazer parte de um espetáculo que pode ter um impacto significativo nas crianças. A atriz e cantora relembra a importância da cultura na transmissão de mensagens para as crianças: “As crianças são esponjas. Elas bebem daquilo que tu lhes dás. E acho que às vezes nos esquecemos desta importância dos espetáculos que têm muito impacto nas crianças e acho que é fixe estar a contar uma história atualizada. Esta Cinderela é assim muito emancipada e acredita que toda a gente deve ter os mesmos direitos”, conta-nos Irma, esperando que as crianças saiam do espetáculo com uma nova perspetiva.

Para além do poder feminino, a história do musical A Nova Cinderela no Gelo traz outros enredos e outras mensagens importantes para as crianças. Na trama, a madrasta da Cinderela e a fada madrinha são irmãs em conflito que não se relacionam há muito tempo, devido a assuntos mal resolvidos do passado. Inicialmente apresentada como a vilã, tal como na história original, a madrasta é a personagem que mais desenvolvimento tem, acabando por fazer as pazes com a irmã e dando uma oportunidade a um amor antigo. A própria Cinderela esforça-se por não se revoltar contra as meias-irmãs e manter a dignidade mesmo quando confrontada.

Num musical recheado de frases fortes e inspiradores, Carolina Deslandes destaca a sua favorita: “Todos nós independentemente de qualquer caraterística devemos ser felizes por igual”.

Para Irma, que começou a sua carreira artística como atriz nos Morangos com Açúcar, mas recentemente tem-se dedicado à sua música, sendo intérprete e compositora dos seus trabalhos, é natural conciliar a música com a representação. Não é nunca uma condição, é “simplesmente viver”. Foi também a fazer um musical de princesas, A Bela e o Monstro no gelo que aprendeu a patinar e acredita que “é como andar de bicicleta, não se esquece”.

Já para Carolina Deslandes, esta está a ser a sua primeira prestação como atriz. Após descer do palco, Carolina está feliz e com “sensação de dever cumprido”. A cantora contracenou com atores profissionais, nomeadamente de teatro musical e sente que superou os medos. “Não me enganei, acho que não desafiei, consegui fazer as trocas de roupa todas a tempo. A minha equipa gostou toda muito e acho que se eu tivesse sido muito má eles diziam-me”, conta entre risos. Em relação a seguir a representação, admite: “Eu gostava, mas tenho de ir estudar”.

As duas artistas, e também melhores amigas, vão partilhar o papel de Cinderela durante a apresentação de A Nova Cinderela no Gelo, mas sem partilhar o palco, pois vão interpretar a mesma personagem em espetáculos diferentes. “Nós temos muita cumplicidade. Somos melhores amigas. Tem sido muito fixe”, contou Irma sobre a Carolina. A atriz e cantora está radiante pelo esforço e resultados da amiga no teatro: “Eu morro de orgulho dela. Em tudo o que se mete é corajosa e faz bem, e brilha, e é super dedicada e trabalhadora. E tem sido uma enorme descoberta descobrir que a minha amiga é talentosa em muitas coisas”. Deslandes acrescenta: “A Irma não é minha amiga, é a minha melhor amiga”, e conta que poder trabalhar com ela foi uma das razões pela qual aceitou este projeto.

Podes conferir agora os horários das sessões com cada atriz:

Carolina Deslandes

11 de dezembro – 11h00
12 de dezembro – 15h00 e 18h30
18 de dezembro – 11h00 e 15h00
21 de dezembro – 15h00 e 18h30
26 de dezembro – 15h00 e 18h30
27 de dezembro – 15h00 e 18h30
30 de dezembro – 11h00 e 15h00
02 de janeiro – 11h00 e 18h30

Irma

08 de dezembro – 11h00, 15h00 e 18h30
11 de dezembro – 15h00 e 18h30
12 de dezembro – 11h00
18 de dezembro – 18h30
19 de dezembro – 11h00, 15h00 e 18h30
20 de dezembro – 15h00 e 18h30
26 de dezembro – 11h00
30 de dezembro -18h30
02 de janeiro – 15h00

Os bilhetes para o espetáculo podem ser adquiridos online ou na bilheteira disponível no local, e os preços variam entre os 12,50 euros e 19,50 euros.