Tony Carreira e Fátima Lopes na gala da Associação Sara Carreira
Gala dos Sonhos - Divulgação SIC

Gala da Associação Sara Carreira eleva SIC em liderança confortável

O canal marcou mais seis pontos de share do que a TVI

A programação especial da SIC, adaptada ao feriado (1), garantiu uma liderança confortável de praticamente todos os programas do canal. A primeira parte da Gala dos Sonhos, da Associação Sara Carreira, foi o programa mais visto do dia.

A cerimónia, nesse primeiro bloco, foi vista por 1 milhão e 480 mil espectadores, marcando 15,6% de audiência média e 31,7% de share, e foi o programa mais visto do dia.

A segunda parte da gala, dedicada a homenagear a cantora de 21 anos que faleceu num acidente de viação, perdeu alguns espectadores, mas com 10,8% de audiência média e 35,5% de share, manteve-se como o programa mais visto no horário, teve mais espectadores do que os programas habituais no horário e registou a maior quota de mercado do dia. Neste período, a TVI era segunda com uma média de 13,9% de share, mais de 20 pontos percentuais atrás da SIC.

Com a gala da Associação Sara Carreira, que também marca o regresso de Fátima Lopes ao canal, as novelas da TVI perderam terreno. Festa é Festa (9,4% / 18,3%) não conseguiu o primeiro lugar que recuperou no dia anterior e Para Sempre (7,7% / 17,7%) voltou a perder interesse dos espectadores e marcou um valor mínimo de share. Mas quem mais sofreu com a alteração da programação foi a RTP1, com Joker (2,3% / 4,9%) e Cá Por Casa (1% / 3,3%) a marcar valores mínimos de audiência média e share.

No pódio dos mais vistos do dia mantém-se o Jornal da Noite (14,2% / 25,1%), a garantir 1 milhão 342 mil espectadores. Bem mais que o Jornal das 8 (9,4% / 16,6%) e o Telejornal (9,5% / 16,9%).

Filmes da SIC são os mais vistos durante a tarde

A vida secreta dos nossos bichos 2 é uma das apostas da programação de Natal

Já parte das sessões de cinema Natal Sempre Encantado, durante a tarde foram emitidos dois filmes no canal. A Vida Secreta dos Nossos Bichos (6,7% / 18,1%) e O Guarda do Zoo (6,3% / 16,3%) foram os mais vistos no horário.

A Única Mulher (5% / 13,6%) e Goucha (5,1% / 13,3%) na TVI e na RTP1 o episódio duplo de Os Nossos Dias (2,6% / 7%; 2,5% / 6,9%), Portugueses pelo mundo – Comunidades (2,3% / 6,5%) e Missão: 100% Portugueses (3% / 7,8%) não alcançaram a liderança.

O final da tarde continua a ser de vitórias para o canal público. Portugal em Direto (6,2% / 13,7%) não alcançou o primeiro lugar entregue a outro programa dedicado à Associação Sara Carreira, Sementes do Futuro – Especial (8,1% / 15,9%). A RTP1 ficou em segundo até ao início de O Preço Certo (11,4% / 21,4%), que recuperou a liderança e continua a ser um dos programas mais visto do dia.

Ouve também:

De manhã, Dois às 10 (3,5% / 14%) sofreu com o feriado e marcou o valor mais baixo de share do ano. Ainda assim ficou afastado de Portugueses pelo Mundo – Comunidades (1,7% / 7,5%) e Missão 100% Português (2,3% / 8,5%), na RTP1. Casa Feliz (4,4 % / 17,4%) marcou a liderança no horário.

No total diário, a SIC ficou acima da média anual com 20,3% de share, seis pontos acima dos 14,1% conquistados pela TVI. A RTP1 não alcançou os 10%, com 9,7% e a RTP2 não chegou a 1%.

Outros destaques:

  • Com o feriado, Bom Dia Portugal (1,2% / 13,5%) perdeu a liderança em alguns momentos para o Diário da Manhã (0,3% / 7,1%) e Esta Manhã (1% / 9,7%) e também para Alô Portugal (1,3% / 9,9%);
  • O Primeiro Jornal (10,1% / 27,1%) continua a marcar valores acima do Jornal da Uma (5,8% / 15,6%) e Jornal da Tarde (4,3% / 11,5%).
  • Cristina ComVida (6,2% / 12,9%) e Big Brother – Diário (7,6% / 14,1%) não entraram na luta pela liderança.
  • CNN Portugal (2,1%) voltou a distanciar-se da SIC Notícias (1,8%), enquanto a RTP3 (1,3%) permanece arredada da disputa. O canal de informação da Media Capital venceu todos os dias desde a estreia, a 22 de novembro.

 

 

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.