La Casa de Papel
Fotografia: Netflix/Divulgação

‘Berlim’. Netflix anuncia spin-off de ‘La Casa de Papel’ focado no ladrão

O atraco está a chegar ao fim, mas a história que vai para além de La Casa de Papel ainda tem novas estórias para contar. Berlim, um spin-off focado num dos personagens mais adorados dos fãs da série original, chega à Netflix em 2023 com Pedro Alonso no papel principal.

A novidade foi revelada na noite desta terça-feira (30 de novembro), durante o evento La Casa de Papel: El Legado, que reuniu os protagonistas esta terça em Madrid para antecipar o lançamento do volume 2 da última parte da série, de cinco episódios, com estreia marcada para esta sexta-feira (3 de dezembro), na plataforma de streaming.

A série derivada ainda não tem detalhes revelados, mas promete expandir o universo de La Casa de Papel ao contar novos episódios da vida de um dos personagens mais acarinhados pelos espectadores da produção criada por Álex Pina.

“Para alguns, roubar não é só um trabalho. É uma questão de liberdade, de rebeldia. É uma obra de arte. É uma tradição de família”, revela-se no primeiro teaser. Família que foi apresentada no primeiro volume desta temporada final através de flashbacks, com a noiva Tatiana (Diana Gómez) e o filho Rafael (Patrick Criado), engenheiro informático, que pode vir a desempenhar um papel-chave nos últimos momentos de La Casa de Papel, cujo enredo ainda se encontra em secretismo.

Em entrevista à imprensa durante o evento El Legado, Pedro Alonso referiu que este é um “momento memorável, porque é o fim de um ciclo e o começo de outro. Sei que estas pessoas vão dar à série todas as reviravoltas possíveis. A responsabilidade [de fazer uma nova série derivada de La Casa de Papelpode ser um fardo e uma prisão, espero que continuem a ter coragem para usar esta energia para arriscar tudo mais uma vez”.

O primeiro volume da última temporada da série espanhola, lançado em setembro inicia com um recuo. Por um lado, Lisboa (Itziar Ituño) é retirada da custódia da polícia e infiltrada com sucesso no Banco de Espanha, algo que traz esperança ao grupo. Por outro, a insistente Alicia Sierra (Najwa Nimri) descobre o esconderijo do Professor (Álvaro Morte), um recuo no jogo de xadrez que o deixam a ele e ao plano do assalto entre a espada e a parede. A única coisa que faltava saber era o plano da inspetora com a captura do cérebro da operação. Estes episódios contaram ainda com cenas gravadas em Portugal.

Depois de um final em suspenso e inesperado entre volumes, os derradeiros cinco episódios de La Casa de Papel chegam à Netflix esta sexta-feira, 3 de dezembro. As primeiras quatro partes, assim como a primeira metade da última, estão disponíveis no catálogo da plataforma. A série tornou-se uma das mais populares de sempre, dentro e fora da Netflix – chegando a bater recordes entre as produções em língua não-inglesa e, também, entre todas as da plataforma.

Lê também: Crítica. No volume 1 da parte 5, ‘La Casa de Papel’ não surpreende, à exceção de final explosivo