Fátima Lopes. Fotografia: Verónica Silva

Fátima Lopes “está de volta ao sítio de onde nunca devia ter saído”

Fátima Lopes está de volta à SIC. Essa foi uma das notícias na semana na televisão portuguesa e o painel do podcast Fita Isoladora analisou o regresso da comunicadora à casa que a “viu nascer” profissionalmente.

Ouve o episódio desta semana:

Pedro Miguel Coelho considera que “ela e a TVI nunca fizeram match” e que a apresentadora “volta exatamente onde faz sentido que volte, a apresentar a gala da Associação Sara Carreira. Acho que a SIC conseguiu o fit perfeito para o regresso da Fátima Lopes“.

Esperou pela altura perfeita. A carreira dela começou lá, ela sempre foi uma das caras da SIC, entretanto veio para a TVI e manteve-se num formato que estava sempre na mesma coisa. As pessoas já não olhavam para ela com o mesmo entusiasmo. Pensou bem sobre as suas opções, fez outras coisas que queria fazer, e a saída dela da TVI até despertou o público para o seu talento“, completa Tiago Serra Cunha.

Mariana Lambertini espera que esta “paragem” antecipe “uma reinvenção“. “Fez o gap year e agora de certeza que vai ter um formato diferente e que se enquadra naquilo que a SIC precisa para o fim de semana“.

As perspetivas sobre os programas que poderá fazer futuramente, bem como o enquadramento de Fátima Lopes no casting de apresentadores da SIC estiveram também em discussão.

Novelas em desgaste?

A perda de espectadores de Amor Amor e Festa é Festa foi motivo para debate no primeiro bloco do episódio. Será que o formato telenovela está em desgaste ou que são estas novelas que estão “cansadas”?

E, por falar em desgaste, menciona-se também a perda de espectadores da televisão tradicional nos segmentos mais jovens da população. Faride Ricardo, a escrever uma dissertação sobre o assunto, junta-se à conversa com algumas pistas de um inquérito que conduziu recentemente.

Espalha-Factos está em todas as plataformas de podcast, nomeadamente o Spotify, a Apple Podcasts, a Google Podcasts, a Podcast Addict e o Castbox.