Isto É Gozar Com Quem Trabalha Ricardo Araújo Pereira

Ricardo Araújo Pereira bate novos mínimos de audiência

'Isto É Gozar Com Quem Trabalha' não alcançou a média de um milhão de espectadores, apenas alcançada pelo Jornal da Noite

Este domingo (7), o programa de Ricardo Araújo Pereira ficou pelos 946 mil espectadores na primeira parte, a mais vista. Isto é Gozar Com Quem Trabalha chegou a mínimos em audiência média e quota de mercado, 10% e 20% respetivamente. A entrevista a João Oliveira, deputado do PCP, desceu o resultado para 9% e 18,7%, valores abaixo dos do primeiro segmento do programa.

Um dos motivos para este resultado, foi o jogo Benfica x SC Braga, com transmissão a partir das 21h. À hora do jogo, a CMTV fez aproximadamente 5% de quota de mercado e a BTV1 quase 6, demonstram os dados da GfK/CAEM, o que poderá ter retirado alguns espectadores aos canais abertos.

O Jornal da Noite (12% / 22%) manteve-se assim como o programa mais visto do dia, sendo o único a ultrapassar a barreira de 1 milhão de espectadores nos canais generalistas. O Jornal das 8 (9,3% / 17,1%), na TVI, ficou mais afastado do bloco de informação de Paço de Arcos, assim como o Telejornal (6% / 11%) na RTP1.

Noites de domingo nas generalistas continuam sem convencer

The Voice Portugal (8,4% / 19%), foi o mais visto em alguns momentos da primeira parte, ainda dedicada às provas cegas, mas perdeu espectadores no segmento gravado emitido posteriormente, dedicado às Equipas (1,6% / 6,8%). No geral das horas de transmissão, a liderança do pódio acabou por pertencer a Big Brother. Ainda assim, a gala apresentada por Manuel Luís Goucha e Cláudio Ramos, marcou valores mínimos em alguns segmentos. Os blocos Expulsão (7,9% / 21,1%) e Nomeações (5,4% / 22,2%) conseguiram agarrar o primeiro lugar. Também a Ligação à Casa (1,9% / 16,6%), já depois da gala, manteve o primeiro lugar.

Quem Quer Namorar com O Agricultor – Tudo Por Tudo voltou a deslizar, tendo o valor de quota do mercado aumentado ao longo dos vários blocos. Confissões (5,6% / 14,1%), Desafio (5,2% / 14,6%) e Decisão (4,5% / 18,8%) nunca alcançaram o primeiro lugar nas escolhas dos espectadores.

Esta questão não provocou grandes alterações nas contas finais do dia. Apesar de abaixo da média e com quebras no programa de Ricardo Araújo Pereira, uma das suas maiores estrelas, a SIC manteve a preferência diária com 18% de quota de mercado, longe da TVI com 14,4% e da RTP1 e RTP2 com os habituais 10% e 0,6%.

A ajudar este resultado está a liderança durante o dia. Domingão (7,2% / 18,2%) mantém o primeiro lugar sem grandes alterações. No mesmo horário, a TVI não consegue destaque com Somos Portugal (5,4% / 13,8%), nem a RTP1 com Não te Esqueças da Letra (2,3% / 6,2%) e a repetição de Conta-me Como Foi (2,4% / 5,2%).

Na hora de almoço, a TVI atingiu o valor mínimo de quota de mercado com o Jornal da Uma (4,9% / 13,6%), muito perto do Jornal da Tarde (3,9% / 11%). O destaque no horário continua entregue ao Primeiro Jornal (9,2% / 25,8%) na SIC.

Lê também: ‘Glória’. Primeira série portuguesa na Netflix é tudo o que estávamos à espera e muito mais

Outros Destaques:

  • Bom Dia Portugal (2% / 14,2%) foi o mais visto até ao início de Olhá Sic (3,3% / 16,2%). O Diário da Manhã – Fim de Semana (0,8% / 6,9%) e o Querido Mudei a Casa (2% / 9,2%), na TVI, ficaram abaixo dos 10% de quota de mercado;
  • O episódio de Humanos (3,7% / 11,2%), marcou os valores mais baixos de audiência média e quota de mercado desde a estreia. A liderança voltou a pertencer à SIC com Vida Selvagem (7,7% / 24,4%)
  • Fama Show (7,5% / 21,7%) continua a ser o mais visto no horário. A começar mais tarde, Faz Faísca (2,7% / 8,1%) na RTP1 marcou em comparação um valor mais baixo;
  • A tarde da RTP2 marcou mínimos com a série estrangeira Os Mistérios de Frankie Drake (0,2% / 0,4%) e recuperou um pouco com o programa De Lisboa A Estocolmo (0,4% / 0,9%), que marcou o melhor valor de audiência média.