Presidenciais
Fotografia: Divulgação

Debate e decisão do OE 2022 levam canais de informação a máximos

Durante a tarde, vários espectadores escolheram os canais noticiosos. No total do dia, a SIC manteve o primeiro lugar.

Durante a tarde desta quarta-feira (27), as emissões em direto da Assembleia da República, durante o debate final e votação do OE 2022, levaram os canais de informação a valores mais altos do que os normais no horário. A Edição da Tarde (1,7% / 7,4%), na SIC Notícias, e o bloco informativo da RTP3, Notícias 3 às 14 (1% / 4,1%), levaram os dois canais a máximos de quota de mercado no horário.

No mesmo horário, o Direto CM – Dia Decisivo Para Orçamento do Estado 2022 (1,1% / 4,8%) e o Notícias 24 (0,6% / 2,2%), também em direto da Assembleia da República, dividiram atenções com os restantes canais. Nos canais generalistas, Júlia (3,2% / 14,9%) voltou a reforçar a liderança frente a Goucha (2,6% / 12,3%). A Nossa Tarde (1,6% / 7,9%) mantêm-se longe da disputa.

Ao final da tarde, entre todos os informativos, a SIC Notícias continuou a liderar audiências com o Jornal das 7 – Parlamento Chumba Orçamento do Estado (2,7% / 6,4%), seguido do CM Jornal 20h (2,1% / 5,6%), a começar mais cedo que o habitual. Nos totais diários, os canais de informação marcaram em média valores de quota de mercado mais altos que a média anual. A CMTV ficou com 5%, a SIC Notícias com 3,9%, a RTP3 com 2,6% e a TVI24 foi a que se manteve mais perto dos valores habituais, com 1,8%.

Em sentido contrário, nos canais generalistas, os programas Quem Quer Namorar Com O Agricultor (7,8% / 17,2%) e Big Brother – Diário (6,2% / 13,5%) marcaram mínimos de quota de mercado. O Preço Certo (9% / 19,9%) foi o mais visto do início ao fim.

Na hora anterior, Cristina ComVida (3,5% / 11%) continua afastado de Orgulho & Paixão (5,8% / 18,9%) e Fina Estampa (6,7% / 19,5%). Portugal em Directo (2,8% / 9,98%) ficou ainda mais longe.

Blocos noticiosos da SIC inequivocamente em primeiro

 À hora de almoço, o Primeiro Jornal marcou 26,1% de quota de mercado. O formato ficou quase dez valores acima do Jornal da Uma da TVI, que marcou 18,3%, e do Jornal da Tarde da RTP, com 17,7%.

O programa mais visto do dia foi novamente o Jornal da Noite (12,4% / 23,4%). Em média, 1,117 milhões de espectadores viram o bloco noticioso da SIC. Em segundo, com 921 mil espectadores, ficou o Telejornal (9,7% / 18,3%) da RTP. O Jornal Das 8 (8,4% / 15,7%) ficou mais afastado dos restantes.

TVI tem valor de quota de mercado diário um ponto abaixo da média anual

No total do dia, a SIC marcou 19,1% de share, perto da média anual de 19,5%. A TVI, pelo contrário, ficou apenas com 15,8%, mais longe da média anual de 17,1%. A RTP1 e a RTP2 marcaram os habituais 11,5% e 0,8%, respetivamente.

Apesar do resultado, a ficção em horário nobre a ficar em primeiro lugar foi a da TVI. Festa é Festa II (11,4% / 23,5%) e Bem Me Quer (9% / 23,8%) lideraram, mas perto de Amor, Amor Vol. 2 (11,1% / 23,3%) e A Serra (8,9% / 23,6%).

No final da noite, o bloco Quem Quer Namorar Com A Agricultora (6,2% / 18,8%) marcou mínimos. Bom Sucesso (4,7% / 19,6%), Tempo de Amar (3,9% / 22,3%) e a repetição do Diário do Quem Quer Namorar Com O Agricultor (2,1% / 18,8%) dividiram atenções com Big Brother – Extra (3,3% / 20,4%).

Na RTP1, Cá Por Casa Com Herman José (1,3% / 4,5%) ficou mais perto dos canais de informação do que dos generalistas. No mesmo horário, Negócios Da Semana (1% / 2,8%), na SIC Noticias, marcou valores máximos de audiência média e quota de mercado.

Outros destaques:

  • Bom Dia Portugal liderou destacado na primeira hora do dia (1,7% / 20%), frente a Esta Manhã (1% / 10,3%) e Alô Portugal (1,1% / 10,5%).
  • Casa Feliz (3,3% / 19,5%) manteve o primeiro lugar frente a Dois às 10 (2,8% / 16,9%). Praça Da Alegria (1,9% / 11,5%) ficou mais perto.
  • Linha Aberta (3,4% / 16,9%) voltou ao primeiro lugar, em disputa com A Única Mulher (3,1% / 15,2%) e Os Nossos Dias (2,5% / 12,3%).

Dados de audiência Total Dia (Live+VOSDAL) da responsabilidade da GfK/CAEM para o dia 27 de outubro.