A Serra Bem Me Quer
A Serra venceu contra Bem Me Quer (Fotografia: Montagem - SIC / TVI)

‘A Serra’ sobe contra ‘Bem Me Quer’ e bate máximo mensal

A Serra, segunda telenovela do horário nobre da SIC, conseguiu aumentar a vantagem sobre a concorrente Bem Me Quer no episódio desta sexta (22), conquistando a maior audiência do último mês.

O episódio da história protagonizada por Sofia Alves e Júlia Palha marcou 10,1% de audiência média e 25,8% de share, sendo mesmo o segundo programa do dia com maior quota de mercado. É preciso recuar a 21 de setembro para encontrar outro capítulo de A Serra com audiência superior a 10% de rating, na altura 10,4%, com um share de 27%.

Bem Me Quer, na TVI, chegou a 9,1% de audiência e 23% de share, só conseguindo liderar frente a Quem Quer Namorar com a Agricultora?, que registou a melhor audiência do ano, 7,8%, com um share de 22,5%, mas permanece sem conseguir bater o canal de Queluz.

Na primeira faixa de telenovelas, Amor Amor (11,3% / 24,1%) bateu Festa é Festa (10,7% / 22,6%), cuja segunda temporada tem tido resultados mais fracos que a primeira.

A vantagem da SIC no total diário foi sólida, com 20,3% de quota de mercado, ante 16,9% da TVI. A RTP1 ficou com 10,9%.

‘Sexta às 9’ bate mínimos

Sexta às 9 Sandra Felgueiras

O informativo Sexta às 9, da RTP1, registou os piores valores de 2021, mostram os dados da GfK/CAEM. Ficou com 5,2% de audiência e 10,2% de share, sendo batido facilmente pelas partes finais do Jornal da Noite (11,8% / 24%) e do Jornal das 8 (8,4% / 17,1%). O espaço de grande reportagem não conseguiu manter o resultado do Telejornal (8,4% / 17,2%) que foi vice-líder.

Outros destaques

Ficção
  • O Agente Imobiliário estreou na RTP2 com 0,7% de audiência média e 1,5% de share.
  • Bom Sucesso (5,9% / 22,1%) e Tempo de Amar (5% / 23,6%) estiveram acima da média na SIC e empurraram o Extra do Big Brother (3,3% / 16,7%) para o pior share do ano.
  • Walker, O Ranger do Texas continua a ser o abono de família da RTP Memória: 1,4% de audiência média e 2,7% de share.
  • Orgulho & Paixão (5,9% / 19,3%) e Fina Estampa (6,3% / 19,4%) parecem estar, agora, mais firmes e estáveis na liderança, tendo batido Cristina ComVida (4,3% / 14,1%) e o final de Portugal em Direto (3,2% / 11,5%).
Entretenimento
  • Joker (4,8% / 10,1%) não quebrou face à média, apesar da descida do Sexta às 9.
  • O Preço Certo (8,5% / 21%) reinou ao final da tarde frente a Quem Quer Namorar com o Agricultor? (7,8% / 18,9%) e Big Brother – Diário (6,8% / 16,5%).
  • Goucha (3,3% / 16,2%) liderou na sexta frente a Júlia (3,2% / 15,4%), enquanto A Nossa Tarde (1,3% / 6,9%) permanece com resultados muito negativos. Tânia Ribas de Oliveira não alcança os 10% de share desde 14 de junho.
  • Casa Feliz (3,5% / 22%) termina uma semana sem derrotas e vê Dois às 10 (2,8% / 17,5%) e Praça da Alegria (1,5% / 9,6%) a uma distância muito segura.
Informação
  • O Primeiro Jornal (7,4% / 30,1%) continua avassalador à hora de almoço contra Jornal da Uma (4,6% / 18,5%) e Jornal da Tarde (3,2% / 12,9%).
  • Bom Dia Portugal (1,6% / 19,8%) foi líder do início ao fim contra Esta Manhã (1,1% / 12,2%). Só perdeu, nos primeiros minutos, contra o Diário da Manhã (0,4% / 10,8%), agora reduzido a meia hora.
  • O documentário dedicado ao Sudeste Asiático no programa Tesouros da Unesco, da RTP2, teve o melhor share do ano, com 2,4%, e uma audiência média de 0,5%.