Alec Baldwin

Alec Baldwin mata acidentalmente diretora de fotografia durante gravações de ‘Rust’

O ator disparou uma arma cenográfica que apenas devia conter pólvora seca, mas que estava carregada com balas reais.

Alec Baldwin matou e feriu acidentalmente dois colegas que trabalhavam com o ator no filme Rust, depois de ter disparado uma arma cenográfica, esta quinta-feira (21). A arma apenas deveria conter pólvora seca, para simular o efeito de um disparo real, mas revelou estar carregada com balas. Dois colegas do ator e coprodutor do filme foram transportados para hospitais no Novo México, onde o projeto estava a ser filmado, de acordo com o jornal local Sante Fe New Mexico.

Halyna Hutchins, diretora de fotografia, acabou por morrer, depois de ter sido transportada para o Hospital Universitário do Novo México. Tinha 42 anos e não resistiu aos ferimentos causados pelo acidente. Também o realizador, Joel Souza, ficou ferido com gravidade e teve de receber cuidados médicos no Centro Médico Regional de São Vicente. Já esta sexta-feira (22), a atriz Frances Fisher, que faz parte do elenco de Rust, informou que o realizador de 48 anos já teve alta hospitalar.

As filmagens do filme western estavam a decorrer no Rancho Bonanza Creek. As  autoridades deslocaram-se ao local, depois de receberem uma chamada de emergência. Segundo a polícia, os peritos chegaram às 13:50h (20h50 em Portugal Continental). De acordo com o comunicado oficial, foi aberta uma investigação. “Os detetives estão a investigar que tipo de bala foi disparada e como”, refere.

Juan Ríos, porta-voz do departamento do xerife local, diz que Baldwin prestou declarações à polícia voluntariamente, saindo de seguida do edifício. As autoridades estão agora a trabalhar para apurar se o caso se tratou ou não de um acidente. “Estamos a tratar este caso como qualquer outra investigação”, afirma.

A morte de Halyna Hutchins é uma notícia “inacreditável”

A produção de Rust diz-se “devastada” com a notícia e anunciou a suspensão das filmagens “por um período indeterminado de tempo”, de acordo com a Deadline. “Todo o elenco e profissionais estão completamente devastados pela tragédia de hoje e enviamos as nossas mais profundas condolências para a família da Halyna e aos seus entes queridos”, avança a equipa, em comunicado. “Suspendemos a produção do filme por um período de tempo indeterminado e estamos a cooperar totalmente com o Departamento da Polícia de Santa Fe na investigação”, acrescenta.

Halyna Hutchins nasceu na Ucrânia, em 1979, e cresceu numa base militar soviética no Círculo Polar Ártico. Formou-se em jornalismo internacional na Universidade Kiev, tendo depois viajado para Los Angeles para completar a sua formação. Em 2015, concluiu os estudos no Conservatório do Instituto do Cinema Americano. Assim, o seu nome começou a surgir nos créditos de vários filmes, incluindo Darlin’ (2019) e Blindfire (2020).

Hutchins foi reconhecida em 2019 como “uma estrela em ascensão” na cinematografia pela American Cinematographer magazine. Após a notícia da morte da diretora, a revista prestou tributo a Hutchins, reforçando a importância da segurança durante as filmagens. “Estamos profundamente tristes com a notícia de Sante Fe sobre a morte da cinematografa Halyna Hutchins. A segurança nos estúdios deve sempre ser de elevada importância para todos, especialmente quando se trabalha com armas de fogo”, lê-se.

Um ano depois, Halyna trabalhou no filme independente de super-heróis, Archenemy, trabalho que lhe começou a dar mais atenção por parte da indústria e do público. “A Halyna era uma artista incrível que estava a começar a sua carreira e acho que as pessoas estavam a começar a notar. O facto de ela ter sido morta durante as filmagens e num acidente deste tipo é inacreditável. Parece inconcebível”, comenta Adam Egypt Mortimer, diretor de Archenemy, à BBC.

O Instituto do Cinema Americano também já reagiu à morte da artista. “Esperamos ver que a Halyna Hutchins viverá no espírito de todos os que se esforçam por transformarem os seus sonhos em histórias bem contadas”, escrevem na sua página oficial do Twitter.