Nuno Santos é o novo Diretor Geral da TVI
Fotografia: Nuno Pinto Fernandes/ Global Imagens

CNN Portugal. Nuno Santos lidera canal e deixa direção da TVI

Esta segunda-feira (6), a Media Capital revelou a estrutura diretiva da CNN Portugal. O novo projeto de Informação, que veio substituir a TVI24, vai ser liderado por Nuno Santos, que abandona assim a direção-geral da TVI.

Apesar de já ter lançado vários projetos, Nuno Santos, que até agora assumiu o cargo de diretor-geral do canal de Queluz, declara que a CNN é a “maior marca de informação do mundo” e, por isso, a sua “maior missão”. “É um enorme orgulho e responsabilidade poder estar à frente do processo de criação da CNN Portugal. Em equipa, sei que vamos desenvolver uma nova forma de fazer jornalismo, mais presente na vida dos cidadãos.”.

Segundo Nuno Santos, embora a matriz principal seja a “lógica breaking news”, o canal terá um eixo estratégico no digital. Assim, a direção da CNN Portugal é complementada por Frederico Roque de Pinho, que exerce a função de diretor-executivo responsável pela operação do canal televisivo, e por Pedro Santos Guerreiro, diretor-executivo responsável pelo digital.

Na última década, Frederico Roque de Pinho liderou inúmeros projetos entre Angola, Brasil e os Estados Unidos, tanto na área da Informação como do Entretenimento. Já durante o último ano e meio, assumiu também o cargo de editor geral de Informação da TVI.

Por outro lado, Pedro Santos Guerreiro foi fundador e diretor do Jornal de Negócios, e esteve à frente do Expresso. Atualmente mantém presença regular na televisão como analista e comentador.

O que muda na estação de Queluz de Baixo?

Uma vez que irá desempenhar um novo papel, Nuno Santos deixa de ser o diretor-geral do quarto canal. Até à nomeação de um novo responsável, a direção-geral da estação de Queluz de Baixo fica entregue a Hugo Andrade, diretor-geral adjunto da TVI.

Apesar desta mudança, a direção de Informação do canal generalista continua a ser liderada por Anselmo Crespo e os subdiretores – Pedro Mourinho e Joaquim Sousa Martins – assumem funções em ambos os canais. Ao contrário do que foi avançado em julho, a CNN Portugal e a TVI vão partilhar a mesma redação, de forma a não haver equipas dedicadas a cada um dos projetos.

A CNN esteve em fase de recrutamento até ao dia 31 de agosto e, de acordo com a Media Capital, foram recebidas mais de 4.200 candidaturas.