Anya Taylor-Joy, vencedora do Globo de Ouro para Melhor Atriz pelo seu papel na série "O Gambito da Rainha", olha de frente para a câmara com um ar sereno.
Anya Taylor-Joy

Anya Taylor-Joy reúne-se com Robert Eggers em ‘Nosferatu’

Em entrevista ao Los Angeles Times, Anya Taylor-Joy revelou que fará parte da nova versão de Robert Eggers do filme silencioso alemão de 1922, Nosferatu, uma adaptação do clássico literário Dracula, de Bram Stocker, e considerado um dos filmes mais emblemáticos da corrente expressionista alemã.

O clássico de terror de F.W.Murnau conta a história do Conde Orlok, um vampiro dos Montes Cárpatos que se apaixona por Ellen e traz o terror à cidade de Wisborg. O projeto foi anunciado pela primeira vez em 2015, após a estreia de The Witch no Festival de Cinema de Sundance, e foi sendo trabalhado pelo autor durante os anos seguintes. Entretanto, em 2019, Eggers realizou The Lighthouse, que escreveu em parceria com o seu irmão, Max Eggers.

Ainda não são conhecidos mais detalhes sobre o elenco ou sobre a personagem que Anya Taylor-Joy interpretará, nem existe data de estreia prevista. No entanto, de acordo com uma entrevista de Eggers ao IndieWire em 2016, será um filme de época inspirado no folklore vampírico e ambientado no período Biedemeier, pré-unificação da Alemanha.

Vale a pena relembrar que a atriz faz também parte do elenco de The Northman, cuja estreia já foi adiada várias vezes, um thriller épico de vingança que explora o quão longe um príncipe Viking irá para encontrar justiça pelo pai assassinado”. Este filme, que será a terceira longa-metragem de Eggers e a sua segunda colaboração com Anya Taylor-Joy, tem estreia prevista para 2022 e conta ainda com Alexander Skarsgård, Nicole Kidman, Willem Dafoe, Ethan Hawke e Björk no elenco. e

Atualmente, a protagonista de The Queen’s Gambit é uma das atrizes mais requisitadas de Hollywood e uma estrela em ascensão com vários projetos em mãos que incluem o próximo filme de Edgar Wright, Last Night in Soho,  o próximo filme de David O. Russel, ainda sem título, e Furiosa, a prequela de Mad Max: Fury Road a cargo do mesmo realizador, George Miller, mas que se encontra ainda em pré-produção.