Videoclube. ‘Sorry to Bother You’ é um confronto de classes alucinado

É difícil ficar indiferente ao filme em análise neste episódio do Videoclube. Sorry to Bother You (2018) de Boots Riley acompanha Cassius Green (LaKeith Stanfield), um jovem que navega uma vida de dividas e pagamentos atrasados numa versão alternativa de Oakland, na Califórnia. Ao longo da comédia dramática, Cassius revela-se um sucesso extraordinário no seu novo emprego num call-center, que o leva numa viagem bizarra pelo mundo do capitalismo, gentrificação, direitos laborais e racismo.

Andreia comenta a forma autêntica como Sorry To Bother You retrata o mundo laboral de empregos de atendimento ao cliente. Neste ambiente, o grupo aplaude o uso criativo da “voz branca” como dispositivo narrativo central. Diogo destaca a performance de Tessa Thompson como Detroit, e João Malheiro repara na importância do casal central para assentar a nível emocional uma narrativa tão viajada.

Cláudio e José têm alguns problemas com o filme, nomeadamente que o seu lado extravagante minimiza aquilo que o filme tem para dizer de mais relevante. Esta preocupação estende-se até ao final, que dividiu o grupo e levanta a questão: “como faria mais sentido acabar um filme destes?”

Ainda assim, reconhecem o sucesso com que Boots Riley cria uma fantasia profundamente enraizada em problemas contemporâneos.

Continuanto na temática de guerra de classes, o filme seguinte é Snowpiercer (2013), de Bong Joon-ho com Chris Evans e Tilda Swinton.

Todas as semanas, Diogo Marques, Andreia Santos, Cláudio Melo, João Malheiro e José Duarte juntam-se para discutir um filme diferente, mainstream ou underground, recente ou clássico. Partilham opiniões, análises, curiosidades, hot takes disparatados e outros temas para a mesa.

Depois, colocam o filme no ranking definitivo de todos os filmes vistos até à data, o que certamente irá causar muita controvérsia e fragilizar muitas amizades.

Espalha-Factos está em todas as plataformas de podcast, nomeadamente o Spotify, a Apple Podcasts, a Google Podcasts, a Podcast Addict e o Castbox.