Rogério Samora

Daniel Oliveira admite que o caso de Rogério Samora é “delicado”

A 20 de julho, durante as gravações de Amor Amor, Rogério Samora sofreu uma paragem cardiorrespiratória e teve de ser conduzido até ao Hospital Amadora Sintra, onde se encontra internado desde essa altura, na unidade de cuidados intensivos, com prognóstico bastante reservado. Coube agora a Daniel Oliveira, diretor geral de entretenimento da SIC, dar conta do estado de saúde do ator durante a apresentação de Lourenço Ortigão, enquanto novo elemento da estação de Paço de Arcos.

Daniel Oliveira referiu em declarações à imprensa que o estado do ator é muito grave e que é um “caso muito delicado, que inspira cuidados”. Mediante o surgimento de rumores sobre a possível morte do ator ou a irreversibilidade da sua situação clínica, acrescentou ainda que: “Estamos em contacto com o familiar que tem esse contacto direto. A informação que temos à data de hoje é que a situação se mantém inalterada em relação àquilo que existe há vários dias”.

Rogério Samora pertencia atualmente ao elenco de Amor Amor, novela em exibição na SIC, e interpretava Cajó, um dos responsáveis pela editora Lua de Mel. Apesar de todas as especulações, até à data ainda não é conhecido qual será o futuro da sua personagem, mantendo-se todo o desenvolvimento em aberto e dependente da evolução do seu estado de saúde. Por enquanto, o ator manter-se-á em cena uma vez que, à semelhança de Maria João Abreu, já teria bastantes cenas gravadas da segunda temporada da novela.

Dada como certa por Daniel Oliveira é a entrada de Miguel Guilherme na história, que interpretará um primo de Cajó. O diretor da SIC defendeu a escolha do ator como reforço do talento, na ausência de Rogério: “Do ponto de vista do talento, queríamos ter alguém que suprisse a ausência do Rogério e o Miguel Guilherme é um ator muito consagrado”.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.