Volta a Portugal na RTP1 - Segunda etapa terminou em Castelo Branco
Fotografia: Volta a Portugal / Divulgação

Volta a Portugal tira liderança das audiências a ‘Júlia’ e ‘Goucha’

A transmissão da Volta a Portugal em Bicicleta continua a mexer as contas das audiências no período da tarde. A segunda etapa, transmitida esta sexta (6), afastou do primeiro lugar os habituais competidores pela posição, os talk-shows Júlia e Goucha.

A etapa arrancou às 15h e conquistou 3,6% de audiência média e 14,8% de share durante mais de duas horas de transmissão. Os programas concorrentes, que arrancaram mais tarde, perderam no confronto direto. Júlia (3,6% / 14,7%) conseguiu o primeiro lugar após o final da prova de ciclismo, enquanto Goucha (3,4% / 13,6%) nunca obteve a vantagem, apesar de Júlia estar no ar com compactos enquanto a apresentadora está de férias.

O crescimento da estação pública no período da tarde, também apoiado pelo Há Volta (2,8% / 11,1%) e pelos Heróis do Dia da Volta a Portugal (2,7% / 10,2%), impulsionou o resultado diário para 10,9% de share, com O Preço Certo (7,1% / 20,1%) a recuperar a liderança no acesso ao prime-time, superando Quem Quer Namorar com o Agricultor? (6,5% / 18,3%) e O Amor Acontece (5,6% / 15,8%). O reality-show da TVI marcou o melhor resultado no segmento A Discussão (4,5% / 15,8%), mas nem assim conseguiu superar a concorrência da SIC. As telenovelas Viver a Vida (5,5% / 19,5%) e Orgulho & Paixão (5,2% / 17,6%) dominaram às 18h. A Volta a Portugal estará no ar até 15 de agosto.

A SIC foi líder do dia, com 17,9% de share, contra 16,1% da TVI, e continua a perder terreno na média mensal. A RTP2 repetiu o máximo do ano, com 2,7% de share.

Jogos em horário nobre animam RTP2

O bom valor diário da RTP2 resulta da transmissão dos Jogos Olímpicos em horário nobre. A maratona, antecipada para as 22h de Lisboa, marcou 1,8% de audiência média e 4,7% de share, chegando a colocar a estação pública durante mais de uma hora em terceiro lugar no ranking nacional, batendo Depois, Vai-se a Ver e Nada (1,3% / 4%), que marcou o pior share deste ano.

À hora do talk-show apresentado por José Pedro Vasconcelos, a RTP2 superou os 10% de share por mais de 20 minutos. Ainda assim, o prime-time decorreu sem apertos de maior para as estações privadas, com Festa é Festa (11,5% / 22,9%) a ocupar o primeiro lugar do top frente a Amor Amor (11,1% / 22,1%). A Serra (10,2% / 22,7%) também perdeu, contra Bem Me Quer (10,7% / 22,9%), no segundo horário.

Ainda no campeonato das novelas, Amar Demais (7,3% / 18,6%) ficou em segundo, atrás de Quem Quer Namorar com Agricultor? (7,5% / 19,7%) e Tempo de Amar (5,8% / 18,3%). A novela brasileira manteve também a vantagem sobre a repetição de Mulheres (3,7% / 13,4%), que chegou a ver a RTP2 a menos de três pontos percentuais de distância.

Lê também: Factos da Semana. SIC lidera audiências pelo 30.º mês consecutivo

Outros destaques

  • Casa Feliz (3,7% / 18,5%) manteve o primeiro lugar, mas viu Dois às 10 (3,3% / 16,6%) liderar durante a primeira metade da emissão. Há Volta (2% / 10,3%) superou, por pouco, a marca dos 10% de quota de mercado.
  • A RTP1 emitiu o documentário Terra: Emergência Climática (4,5% / 9,2%) logo após o Telejornal e teve a atenção de quase 430 mil espectadores. Em sequência, Quem Quer Ser Milionário? (3,5% / 7,6%) registou a pior audiência e share do ano.
  • Jornal da Noite (10,4% / 23,2%) e Primeiro Jornal (7,8% / 25,9%) continuam a ser dos programas mais competitivos da SIC e registaram os dois maiores shares médios do dia.
Dados de audiência Total Dia (Live+VOSDAL) da GfK/CAEM.