mirai
Mirai | Fonte: Divulgação

À Escuta. Mirai entre os destaques da semana

Nesta semana do À Escuta, rubrica semanal do Espalha-Factos onde são destacados os lançamentos da música portuguesa, destacamos o novo EP de Mirai e o novo single de Gohu. Temos ainda a colaboração sentida entre Loony Johnny Vado Más Ki Ás, a estreia do quinteto Bad Bad Mary, os singles dos Atalaia Airlines e d’Os Punhais, e os novos discos de ioshy sanmorain, Enzo Monteiro e R V.

Mirai revela primeiro EP, Tempus

Tempus é o primeiro EP de Mirai, o hip-hopper português que tem dado o que falar. Mirai em japonês é futuro, e Tempus traz-nos precisamente a sensação de olharmos por uma fresta, espreitando os próximos passos deste artista que já muito nos mostrou mas que ainda tem tanto para dar. Tempus é composto por seis canções que já andavam na gaveta do artista – ‘Wallet‘, por exemplo, foi composta num período de ascensão. “Fiz esta música na altura em que mudei de emprego e comecei a lançar aos poucos o que desejava para mim e para a minha família”. Sobre o EP, Mirai conta que “foi quase todo criado entre maio e setembro de 2019, uma altura de grande mudança e aprendizagem para mim”.

Um trabalho revigorante, cheio de beats excitantes que gritam hip-hop tuga e atmosfera urbana, Tempus permite-nos espreitar para dentro de Mirai. Deste lado, fica a vontade de descobrir mais Mirai. A oportunidade certamente surgirá, in prosperum tempus. 

Gohu revela ‘Maresia‘, avanço do segundo disco

Gohu, heterónimo artístico de Hugo Veiga, portuense baseado em São Paulo há 16 anos, apresenta ‘Maresia‘, primeiro single de avanço do segundo disco. Depois de uma vasta e bem-sucedida carreira no ramo da publicidade, em 2019 decidiu perseguir um sonho da adolescência e deu vida a músicas que já viviam no seu imaginário.

Foi daí que nasceram canções como ‘Vai Ficar Fixe‘ ou ‘Sopra o Vento‘, que conta com a participação do músico S. Pedro. ‘Maresia‘ encaixa-se perfeitamente na discografia que Gohu tem vindo a construir, encarnando uma vertente dream pop. Podemos esperar mais singles e quiçá um disco, ainda em 2021.

Só Si Ka Da‘ é o nova colaboração de Loony Johnny e Vado Más Ki Ás

‘Só Si Ka Da’ une Loony Johnny e Vado Más Ki Ás numa celebração da comunidade cabo-verdiana em Lisboa. Remete aos anos 90 e à partilha e comunhão que se vivia entre as famílias de imigrantes através do afro-pop já característico de Loony Johnny que se mistura com ritmos do funaná e as rimas inconfundíveis de Vado Más Ki Ás. Loony Johnny dedica a canção “a todos os bairros da Zona Metropolitana de Lisboa e Portugal dos nos 90 especialmente ao meu bairro onde cresci, o bairro da Quinta da Carapuça – Gato Preto [em Algés]”.

O videoclipe, realizado por Wilsoldiers e Loony, encerra deixando a mensagem “nunca ka bu eskeci di undi bu bem, ku pé na txon nu ta desgadja [Nunca te esqueças de onde vieste, com os pés na terra nós damos um jeito]”, que encapsula perfeitamente o significado desta canção.

 

Amigos em comuns, copos e serões que se estenderam noite-fora juntaram Vicente Teixeira (guitarra e produção), Xori (voz e guitarra), Martim Preto (teclas e guitarra), André Soares (percussão) e Vasco Sousa (baixo e coros) que formam, agora, a banda Bad Bad Mary. O projeto, cujo título é a tradução literal da expressão portuguesa “mau mau Maria”, teve a sua estreia na passada sexta-feira (6) com o single Follow Me‘, uma canção indie-rock com reminiscências de bandas como The 1975 ou Her’s, duas das maiores referências da banda.

O instrumental é digno de banda sonora de roadtrips estivais, enquanto que a letra acaba por denunciar os “sign of the times“, e as implicações de uma vida demasiado colada aos ecrãs. O primeiro EP dos Bad Bad Mary, que incluirá este single, está em progresso e prevê-se o seu lançamento o final de setembro. Guilherme ‘El Guito’ Baptista esteve a cargo da produção e as gravações tiveram lugar nos Estúdios Tchatchatcha.

Lê também: Queres assistir a um espetáculo ao ar livre? Só com bilhete e lugar marcado

Um Pouco Mais‘ é o novo single de Atalaia Airlines

Deram-se a conhecer no disco Inéditos Vodafone de 2020 com ‘Primeira Classe‘, um feat com David Bruno. Agora, os Atalaia Airlines estreiam-se a solo com ‘Um Pouco Mais‘, uma canção com brilhos de discopop e direito a solo de saxofone. A estação pede – ‘Um Pouco Mais‘ sabe a fins de tarde a percorrer estradas nacionais, com os vidros abertos e o vento a entrar.

O single tem reminiscências de canções do coletivo Cuca Monga – ‘Um Pouco Mais‘ foi lançado sob selo da editora discográfica que abarca bandas como Capitão FaustoZarco Reis da República. Os Atalaia Airlines são Pedro PucciniHumberto J. Dias Afonso Sêrro.

Os Punhais apresentam ‘Clickbait

Num videoclipe que presta homenagem a ‘It’s The End of The World As We Know It‘, da famosa banda norte-americana R.E.MOs Punhais apresentam a ‘Clickbait‘, o seu mais recente single. O silêncio dos primeiros 40 segundos de vídeo é violentamente quebrado por um punk renhido banhado em auto tune onde Tiago Cavaco reivindica por cima de uma melodia que se vai desintegrando: “Na minha vida é tudo clickbait”. A canção, com pouco mais de um minuto e meio é, pelas palavras da banda, “rápida como rapidamente acontecem as coisas que prometem mais do que dão“, mas mostra ao mesmo tempo que esse tempo pode abarcar “mosh pit, refrão melódico e finalzinho trap xunga“.

O videoclipe de mais esta produção FlorCaveira foi realizado por Wesley Ferreira.

Dianna Excel lança XL Deluxe:remixes, um conjunto de remixes das canções do disco de estreia

Dianna Excel lançou-se em março deste ano com XL, um longa-duração composto por 12 canções pop-apocalípticas. Agora lança XL Deluxe:remixes, uma coleção de remisturas de canções que apresentou no seu disco de estreia. Trata-se de uma “reflexão e atualização de XL” e pretende “dar seguimento à narrativa sonora inicialmente proposta” pela artista.

Apesar de ser um conjunto de remixesXL Deluxe dá às canções reimaginadas vida própria. Na nova roupagem são explorados o “minimalismo, a desconstrução e compressão” através do uso de “ferramentas para a reexpressão e atualização de sentimentos e ideias”.


Paradoxalite é o novo projeto de ioshy sanmorain

Paradoxalite é o mais recente projeto de ioshy sanmorain, artista que já passou pelo Japão, França, Espanha e que agora quedou-se em terras lusas. Fazem parte desta empreitada ‘Bossa Tosca‘, canção que mistura instrumentos de sopro característicos da Bossa Nova brasileira, groove e batidas eletrónicas, e a estrondosa ‘Hammer Hearts‘ que, com 25 minutos de duração, revela-se enquanto uma verdadeira odisseia da música eletrónica  indica), que viaja por entres o caminho deep house, do jazz e do techno bruto Paradoxalite esmera-se pela produção e pelo requinte com que cruza as diferentes influências musicais.


Enzo Monteiro estreia-se com To The Ghost

O músico franco-português Enzo Monteiro estreia-se com To The Ghost, um álbum onde o folk ganha protagonismo através de letras bucólicas delicadamente entregues por belos arranjos despretensiosos que permitem que a sua voz floresça por entre os instrumentos. A escuridão, a floresta, as estrelas – em To The Ghost, Enzo Monteiro vai buscar aos elementos da natureza explicações para os seus pensamentos, fazendo paralelismos harmoniosos entre as duas realidades. As canções são verdadeiros poemas que prosperam ao longo de todo o disco. Destaque para ‘Bottles and Strangers‘, a canção mais curta mas que cria sinestesia através dos seus coros, da sua composição e da belíssima voz que ecoa.

The Shape of Something Strange to Come, a jornada experimental de R V

Formado por 14 canções cujos títulos só se diferem pelas vogais, The Shape of Something Strange to Come dá spoilers logo no título. Este disco, ou viagem, é formada por canções experimentais – uma mixórdia de instrumentos que se entrelaçam a cada novo momento. Não é possível definir-se género musical. R V chega a cada um deles, o que acaba por ditar a excentricidade deste disco. “Enquanto músico, o meu som situa-se num local longíquo, mas suficiente próximo do que me permite realizar algo pelo menos parecido com uma canção“, conta R V na descrição da sua página do Bandcamp.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.