Cláudio Ramos Big Brother
Fotografia: TVI / Divulgação

Cláudio Ramos não está preocupado quanto ao seu lugar na TVI: “Tenho um contrato muito bom”

Cláudio Ramos quebrou o silêncio sobre os rumores da probabilidade de ter o futuro na TVI ameaçado por possíveis mudanças na grelha do canal. Em entrevista à revista Nova Gente no domingo, dia 1 de agosto, o apresentador do Dois às Dez revelou que assinou “um contrato longo” até 2024.

Depois da notícia da saída do ar de Cristina ComVida, as últimas semanas foram preenchidas por rumores sobre possíveis alterações na grelha da TVI e de que Cristina Ferreira poderia regressar às manhãs, ameaçando o lugar de Cláudio Ramos e Maria Botelho Moniz nesse horário. No entanto, o apresentador do atual formato matutino da estação de Queluz de Baixo mostra-se despreocupado com o seu futuro no canal.

Sem dúvidas, Cláudio Ramos afirma que vai estar no canal pelo menos até 2024. Eu tenho um contrato muito bom. Se eu não estiver de manhã, estarei de tarde. Se não estiver de tarde, estarei à noite e se não estiver à noite, estarei de madrugada. Estarei e pronto, assegura. “Eu assinei um contrato longo, até aos meus 50 anos”.

Hipótese de não apresentar o próximo Big Brother não é preocupação

Depois de abandonar a SIC para rumar à TVI no início de 2020, o apresentador já cumpriu dois dos seus sonhos de carreira: apresentou duas das três edições do Big Brother lançadas no ano passado e encontra-se, de momento, a apresentar um programa das manhãs. Deste modo, Cláudio Ramos apresenta-se despreocupado e “muito contente” com o que está a fazer na TVI atualmente.

Big Brother: Duplo Impacto
Fotografia: TVI

Neste momento, estou focado no que estou a fazer de manhã. Estou orgulhoso, contente, satisfeito e realizado”, explica uma das caras do Dois às Dez. “O topo do que eu queria para a minha carreira estou a fazê-lo agora, que é apresentar um programa de manhã. Estou zero preocupado para saber quem vai apresentar o Big Brother.

Zero preocupações com a guerra de audiências

Para além de não estar preocupado com o futuro na TVI, Cláudio Ramos também não se sente ameaçado por Casa Feliz, apesar de o formato que apresenta ter vindo a perder várias vezes para o programa da SIC no que toca a audiências.Sei que temos um programa competitivo, que agrada ao espectador e a quem o faz”, sublinha.

Apesar de tudo, o apresentador não deixa de frisar o quão contente e orgulhoso está com o trabalho que se encontra a fazer de momento. “Claro que se me perguntar se eu gostava de ganhar todos os dias, respondo que ‘claro que sim’. Mas se estou triste por isso não acontecer? Não estou. Faço o meu trabalho, do qual me orgulho imenso”.