TVI
Fotografia: João de Matos/TVI

Estúdio da TVI a norte muda-se para Gaia e terá 20 mil metros quadrados

O espaço do canal vai situar-se junto ao Centro de Produção Norte da RTP, no Monte da Virgem.

TVI prepara-se para avançar com o projeto de um novo estúdio a norte, uma promessa da reformulação da informação do canal em 2020. Ao contrário do que era antes avançado pela direção do canal, a redação nasce em Vila Nova de Gaia, próxima do edifício da RTP, com um espaço de 20 mil metros quadrados.

O projeto foi avançado por Mário Ferreira, administrador da Media Capital, em entrevista à revista Visão. O maior acionista do grupo que detém a TVI referiu à publicação que o novo edifício vai situar-se “mesmo ao lado da RTP, onde está a antena” – o Centro de Produção Norte da estação pública, no Monte da Virgem.

Em 2020, Nuno Santos, Diretor Geral da TVI, avançava em entrevista ao Público que este seria o “único canal em termos físicos na cidade do Porto”. A decisão alterou-se, com Mário Ferreira a referir agora que “o Porto fica sem televisão”, sendo esta “a última televisão a sair do Porto. A SIC já está em Matosinhos, o Porto Canal também, a RTP está em Gaia e nós iremos para Gaia”.

A mudança de planos deve-se, diz o administrador, à recusa da autarquia ao plano inicial do canal. “Não foi bem visto por um determinado político da cidade do Porto que nós pudéssemos ficar e reabilitar o Silo Auto, como propusemos fazer de forma totalmente transparente. Está ali um edifício decadente, tínhamos um projeto muito interessante, mas não foi visto com bons olhos e nós também não quisemos perder tempo”, refere.

A redação da TVI em Gaia deverá ser dirigida por João Fernando Ramos, contratado da RTP em julho de 2020 para integrar a direção de informação do canal e dirigir as operações a norte. Em agosto do ano passado, o jornalista referiu à revista TV 7Dias que o objetivo passa pela “construção de um centro de produção que terá três valências – televisão, rádio e multimédia”, que inclui “um moderno estúdio de televisão e todas as capacidades para também se poderem fazer emissões nas plataformas digitais”. João Fernando Ramos explicava que “o primeiro foco será a Informação, mas não queremos ficar por aí. Queremos ser um polo agregador de ideias que possam chegar à antena principal e às outras antenas da TVI”.

Este será um novo reforço na informação da estação de Queluz de Baixo, que a partir do último trimestre passa a funcionar com uma redação separada da nova CNN Portugal, que vem substituir o canal de notícias da estação, a TVI24.

Lê também: CNN Portugal terá redação separada da TVI e tira entretenimento de Queluz

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.