Best Youth
Fotografia: Divulgação / André Brito

À Escuta. Best Youth, Blaya e 10 000 Russos são os destaques desta semana

O À Escuta, rubrica semanal do Espalha-Factos sobre música portuguesa, está cá fora, pronto a apresentar os destaques mais recentes da música nacional. Numa semana recheada de singles, o destaque é dado ao novo lançamento dos Best Youth, da colaboração de Blaya com Supa Squad e do novo single do trio 10 000 Russos.

Fala-se ainda de novos lançamentos de Ghost Box, Gonçalo e ProntoMiraiRony Fuego, Schnek SchaneliWild Maui, da estreia de Martim Baginha e da colaboração de Ra-Fa-El com Primeira Dama. A semana também é marcada pelo lançamento da compilação Novos Talentos FNAC 2021, que conta com faixas de alguns dos artistas mais talentosos e em ascensão da música portuguesa como Dream PeopleImpério Pacífico, EVAYAConferência Inferno, OCENPSIEA ou Tristany. à Escuta Best Youth à Escuta Best Youth

Rumba Nera‘ é o título sugestivo do novo single dos Best Youth

Catarina Salinas Ed Rocha Gonçalves, duo mais conhecido por Best Youth, apresentam aquele que é o seu primeiro single de 2021, Rumba Nera. à Escuta Best Youth à Escuta Best Youth à Escuta Best Youth

Nesta sua nova faixa, os Best Youth incutem novas influências ao seu indie pop – não fosse o título da faixa uma pequena espreitadela ao que nos espera na audição do single. ‘Rumba Nera‘ é povoada por pequenas audições de ritmos latinos, conferindo-lhe um toque mais romântico, fazendo em momentos lembrar uma faixa que poderíamos encontrar numa compilação perdida de disco latino do início da década de 80, sendo a voz de Catarina perfeita para representar essa sensação de nostalgia. à Escuta Best Youth à Escuta Best Youth à Escuta Best Youth

Além da adição destes ritmos, o duo indica que utilizou “construções melódicas próximas da composição barroca” em ‘Rumba Nera‘, revelando mais assim as pretensões de um grupo que cria pop que soa futurista mas que parece que vem algures do passado.

Blaya traz os Supa Squad para ‘Não Devo Nada‘, um hit de verão instantâneo

Ainda antes do verão terminar, Blaya está de regresso e traz consigo os Supa Squad, banda formada por Mr. Marley Zacky Man, para o seu novo singleNão Devo Nada. A produção ficou a cargo de Mr. Marley.

Neste novo single, Blaya traz-nos uma faixa empoderadora, carregada de ritmos africanos alucinantes, misturados com um bocadinho de funk, que estão prontos a colocar qualquer um a dançar antes do verão terminar. É uma daquelas músicas que, ao ouvirmos, sabemos que será um hit, especialmente quando se tem em conta que o seu refrão – que resume a mensagem da música, relacionada com exercemos a nossa própria voz e opinião – é não só dançável, mas como cantável. É um banger de verão instantâneo, podemos dizer.

10 000 Russos viram-se para os sintetizadores dissonantes em ‘A House Full of Garbage

A House Full of Garbage é o nome do novo single dos portuense 10 000 Russos que se preparam para revelar o seu quinto disco de originais, Superinertia, em setembro deste ano.  No segundo avanço para este novo trabalho do grupo, a banda apresenta uma direção ligeiramente diferente daquela mostrada em ‘Super Inertia‘. Aqui, os riffs carregados de fuzz são substituídos por sintetizadores etéreos e dissonantes, aproximando mais a banda do coldwave de uns Conferência Inferno ou do synth-pop dos Depeche Mode do que do rock psicadélico (vá, stoner) dos Kyuss ou Fu Manchu.

A influência do krautrock está bem presente nesta faixa também, com os seus ritmos e sonoridade psicadélica a fazer lembrar Neu! ou o mais recente trabalho dos Squid nos seus momentos mais de ambiente. Tudo isto é juntado por uma das melhores produções que já submergiu a música do grupo, permitindo que esta se torne uma experiência de total dissonância e transcendência, onde até uma sensibilidade pop é possível de encontrar na sua experimentalidade.

A House Full of Garbage‘ é, sem dúvida alguma, uma das melhores faixas que os 10 000 Russos apresentaram até agora no seu palmarés e abre a curiosidade para ver o que o resto de Superinertia tem para oferecer a 10 de setembro deste ano.

a personal perception of time‘ é o sétimo passo de Ghost Box em 2021

a personal perception of time é o nome do novo single de Ghost Box, nome artístico com o qual se apresenta Pedro Caldeira. Corresponde ao sétimo lançamento do ano para o artista, o sétimo “passo” em direção ao projeto que irá lançar no final de 2021.

Na passagem do tempo, a reflexão sobre quem eramos e sobre quem somos, sobre como aqui chegamos, é algo que nos é quase inerente. Acontece quando deixamos os nossos pensamentos vaguear e, de repente, esse próprio tempo já passou e nem damos por isso. É neste sentimento onde o instrumental de ‘a personal perception of time‘ começa e onde termina, colocando os seus sintetizadores etéreos e sonhadores a rodar sobre uma sample de sopros e vozes que eleva a faixa a algo dissonante mas, ao mesmo tempo, relaxante, servindo de banda sonora às nossas contemplações de final de tarde.

Gonçalo e Pronto apresenta o seu ‘Rescaldo

Rescaldo é o nome do novo single de Gonçalo e Pronto, nome artístico pelo qual se apresenta o eborense Gonçalo Vareta. É o seu primeiro single de 2021 e conta com produção de Ana Ribeiro (Momma T).

Falando sobre “estar preso ao passado“, ‘Rescaldo‘ é uma canção pop que conta a história “alguém que guarda as suas melhores memórias na esperança de as conseguir reviver com a mesma emoção e intensidade, sem se aperceber que está a perder a oportunidade de criar novas memórias.” Conta com um instrumental que soa massivo, com as suas baterias elevadas e sempre presentes a marcarem o ritmo da faixa, que entra em contraste com a entrega vocal mais suave e sentida de Gonçalo.

Além da influência óbvia do pop rock na criação da faixa, pode-se também observar influências de jazzsoul, presentes na bateria e guitarra respetivamente. Os sopros são uma boa adição que, quando surgem, conferem camadas extra de dinâmica a uma canção que tem tudo para ser uma pop gem portuguesa.

Martim Baginha estreia-se com ‘Fugir Daqui

Fugir Daqui é o single de estreia de Martim Baginha, retirado do seu curta-duração de estreia Histórias do Meu Lugar, que tem data de lançamento marcada para o próximo dia 10 de setembro.

Povoada por sintetizadores nostálgicos e etéreos, que criam uma paisagem sonora perfeita para a voz de Martim singrar, ‘Fugir Daqui‘ é uma pequena canção de indie pop que faz tudo bem. Os seus ritmos, marcados principalmente pelo seu baixo profundo, fazem-nos querer dançar por entre as relvas verdes que vão crescendo com cada nota de sintetizador que surge ou com cada riff coberto de reverb criado pelas guitarras que povoam a faixa.

É uma faixa cheia de nostalgia, contemplativa por natureza, que surge da necessidade do artista de se “libertar das amarras da quarentena“, onde se viu confrontando com o seu passado e sentia “tão efémero e fugaz e ainda assim com tantas marcas“, marcas essas que fazem parte do que torna ‘Fugir Daqui‘ num pedaço de indie pop tão bem conseguido.

Mirai mostra o seu lado ‘Ambíguo

Mirai continua a mostrar que é um dos mais promissores nomes do rap português e Ambíguo é o mais recente capítulo que apresenta no seu currículo, preparando também o lançamento do seu próximo projeto no próximo dia 6. Aguardaremos com curiosidade para ver o que o projeto constituí porque, se olharmos às duas últimas artworks, tanto ‘Ambíguo‘ como ‘Presságio‘ farão parte deste.

Ambíguo‘ é uma faixa de trap pura, tendo sindo criada originalmente em 2019, onde a influência de artistas como Denzel Curry ou Travis Scott se faz notar – este último, em particular nos ad libs da faixa, que povoam o refrão orelhudo desta. Há um toque de R&B no hook da faixa que lhe confere dinâmicas além de ser um simples “trap banger“, como se costuma dizer na gíria do hip hop atual. Mas que é um banger, é o com toda a certeza.

Ra-fa-el traz Primeira Dama para ‘Minho

Minho é o nome do novo single de Ra-Fa-El, projeto a solo de Rafael Ferreira (Glockenwise, Evols, Septeto Interregional, Duquesa). No segundo avanço para aquele que será o seu EP de estreia, Rafael traz Manuel Lourenço (Primeira Dama) para dar voz e letra à sua composição original.

Escrita em formato de cantautor, com uma influência forte de B Fachada e Lourenço Crespo a fazer-se sentir, ‘Minho‘ é uma canção de indie pop que tem por base as suas guitarras melosas e suaves, adornadas por sintetizadores nostálgicos que servem muito bem a voz de Primeira Dama, consumando um casamento perfeito entre o instrumental de Ra-Fa-El e a entrega de Manuel. ‘Minho‘ é, de facto, uma faixa extremamente bem conseguida e orelhuda e que mostra a capacidade de Ra-Fa-El enquanto compositor e enquanto “olheiro” para extrair o melhor dos seus convidados que irão surgir no seu EP de estreia.

Rony Fuego lança-nos uma ‘Notificação

Rony Fuego - Notificação
Fotografia: Divulgação

Notificação é o nome do novo single  de Rony Fuego, um tema de afropop contagiante e exótico que promete ser a banda sonora para as paixões de verão que ainda estão para vir. A faixa conta com produção de O.Y. Productions e mistura e produção de Charlie Beats. É impossível ignorar os ritmos de ‘Notificação‘, que nos faz querer dançar praticamente a cada momento, sendo perfeitamente descrita como uma faixa para tocar numa discoteca quando estas reabrirem em outubro. ‘Notificação‘ conta com alguns versos em lingala, uma língua da República Democrática do Congo, país com o qual o rapper tem uma forte ligação.

Schnek Schaneli explora o seu ‘Oásis‘, primeiro avanço do seu EP de estreia

Oásis é o nome do novo single de Schnek Schaneli, nome pelo qual se apresenta o rapper lisboeta Pedro Trindade. Corresponde ao primeiro avanço do seu EP de estreia, Pausa Comercial, que terá lançamento no último trimestre de 2021.

A faixa, que conta com produção de Sylvester, é um retrato e um desabafo dos desafios que Pedro enfrenta no seu dia-a-dia, apresentando este tema com um tom ligeiramente sarcástico nas suas barras, enquadrando-se perfeitamente para o seu flow grave, a fazer lembrar Earl Sweatshirt ou Halloween. Quando combinado com o beat suave e jazz-y de Sylvester, o resultado é uma faixa dissonante, povoada de tons abstratos, que define o tom para o que estará para vir de Pausa Comercial.

Wild Maui apresenta ‘Youth‘, mais um avanço do seu próximo EP

Wild Maui - Youth
Fotografia: Divulgação

Youth é o nome do novo single de Wild Maui, nome artístico pelo qual se apresenta André Ferreira. Corresponde ao quarto momento a ser apresentado do seu próximo EP, Dark Matter, que será lançado no próximo dia 24 de setembro.

A narrativa que preenche o curta-duração prossegue também em ‘Youth‘, onde o protagonista da história, “após concluído o seu profundo processo catártico“, em ‘Dystopia‘, “descobre que é fundamental voltar às suas origens para se sentir mais conectado consigo mesmo e com os que o cercam.” Portanto, ‘Youth‘ soa como uma viagem pelo passado de alguém, carregada de dor representada pela distorção da faixa, a fazer lembrar a música industrial do início da década de 90, embutida com toques de synth-pop que lhe conferem um toque orelhudo no refrão e etéreo nos versos.