CNN Portugal
Fotografia: TVI/Divulgação

CNN Portugal terá redação separada da TVI e tira entretenimento de Queluz

O lançamento da CNN Portugal vai trazer alterações à informação da TVI e à produção de outros programas do canal. A nova aposta do Grupo Media Capital, a arrancar até ao final do ano e que vai substituir a TVI24, irá nascer com redação separada da estação-mãe e vai exigir renovações que terão de mudar de local a produção dos formatos de entretenimento.

Segundo apurou o jornal PÚBLICO, a CNN Portugal não poderá partilhar redação e conteúdos com a informação da TVI, ao contrário do que acontece atualmente entre a generalista e a TVI24, canal informativo que vai ser substituído pela nova aposta da Media Capital.

Para tal, terão de ser construídos novos estúdios de informação dedicados em exclusivo à CNN Portugal em Queluz de Baixo, uma vez que a emissora norte-americana, que está a desenvolver o novo projeto em estreita colaboração com o grupo português, exige uma imagem, linha e conteúdos exclusivos e separados das outras estações, neste caso da informação da TVI. O mesmo acontece com as versões internacionais do canal – na República Checa, Turquia, Chile, Filipinas e Indonésia.

Programas de entretenimento da TVI vão sair de Queluz

Cláudio Ramos e Maria Botelho Moniz em Dois às 10
Fotografia: TVI/Divulgação

Para dar espaço aos novos estúdios de informação, os estúdios dos maiores programas de entretenimento do canal deverão ser transferidos, apurou o mesmo jornal.

As casas de formatos como Dois às 10, das manhãs, ou Goucha, das tardes, serão transferidos para a Plural Entertainment, em Bucelas, empresa de produção da Media Capital e onde estão alocadas as gravações de telenovelas do canal, entre outras produções de ficção. Estes estúdios serviram também de cenário para Dia de Cristina, formato que marcou o regresso de Cristina Ferreira, responsável pelos formatos de entretenimento da TVI, à antena do canal.

Canal chega no final do ano, liderado por Nuno Santos

Em comunicado enviado à Comissão de Mercado e Valores Mobiliários (CMVM), o grupo Media Capital anunciou, no final de maio, a assinatura do memorando com o grupo Turner Broadcasting System Europe para um “acordo de licenciamento que prevê a criação da CNN Portugal.

O novo canal será programado e operado pela holding portuguesa, com a rede norte-americana a oferecer formação e consultoria aos profissionais nacionais, e também o acesso a todo o portefólio da CNN. Esta parceria acontecerá em moldes semelhantes àquela que permitiu o lançamento da CNN Brasil, que é operada pela empresa Novus Mídia desde 2020.

A Media Capital revelou na passada quarta-feira (21) o logótipo oficial do canal informativo. O grupo de media garante que já começou a “operacionalizar” o lançamento, que entra no ar no último trimestre de 2021. O canal vem substituir a TVI24, terá em breve anunciadas novidades relativas à grelha e aos rostos que vão fazer parte da nova equipa.

A liderança da nova aposta estará encarregue a Nuno Santos, atualmente Diretor Geral da TVI, cargo que assumiu em janeiro de 2020.

Lê também: CNN Portugal abre recrutamento. Canal quer “escrever novo capítulo na história dos media”