Catarina Furtado
Créditos: ZOF

Catarina Furtado defende uma televisão sem abusos da “tristeza, das desgraças e do miserabilismo”

Dias depois da estreia de um novo formato na antena da emissora pública, Catarina Furtado defendeu uma televisão com conteúdos que não tenham espaço para abusos da “tristeza, das desgraças e do miserabilismo” dos seus intervenientes.

“A televisão está a precisar de mensagens positivas, que não explorem os sentimentos e as emoções das pessoas, beliscando a sua dignidade”, defendeu a apresentadora, em entrevista à revista Nova Gente. A cara do recente programa É Urgente o Amor! vai mais longe e reprova a narrativa de formatos onde realidade a ficção se confundem.

Para Catarina Furtado, a televisão encontra-se repleta de “conteúdos e formatos que não só promovem uma manipulação das vidas – confundindo a realidade com a ficção -, como também a superficialidade do ser humano”. O que se traduz no facto de que, “muitas vezes“, os conteúdos abusam “da tristeza, das desgraças e do miserabilismo”.

“As pessoas acabam por se expor demasiado sem beneficiarem em nada dessa exposição. Por outro lado, há também a necessidade, noutros formatos, de se aparecer só para aparecer e para se ser apenas famoso. E para esse fim, sujeitam-se a tudo”, diz a Embaixadora de Boa Vontade do Fundo das Nações Unidas para a População.

Sobre o novo formato, estreado no passado sábado (17), a apresentadora afirma que “nunca sentimos tanta falta de estar perto de quem mais gostamos. De agradecer a todos aqueles que dão sem esperar nada em troca, que tornam o mundo melhor”. O objetivo de É Urgente o Amor! é “enaltecer o lado melhor que as pessoas têm”, havia explicado Catarina Furtado, nas suas redes sociais, antes da estreia.

Lê também: ‘É Urgente o Amor’. Catarina Furtado prova que “o amor não está morto”

Com um genérico escrito pela própria e interpretado por António Zambujo, o formato conta, ao longo de toda a temporada, com a participação de David Carreira, Carminho, Aurea, Marco Paulo, José Cid, Fernando Daniel, Diogo Piçarra, Fábia Roterdão, Amor Electro, Sofia Escobar, Tiago Nacarato, Bárbara Tinoco e Anjos. Os músicos vão surpreender os protagonistas e complementar as histórias de vida.

É Urgente o Amor! é exibido na RTP1, aos sábados à noite, pelas 21h.