ccb

CCB apresenta ‘Destemporada’ com Luís Severo, The Legendary Tigerman e Monica Bellucci

O Centro Cultural de Belém (CCB) já apresentou a sua programação para este verão. Destemporada é o regresso dos espetáculos que foram cancelados devido à pandemia, com algumas novidades.

“Destemporada é o nome feliz porque passámos, ou temos passado, um tempo fora do normal. Um tempo complicado, um tempo com agendamentos, reagendamentos, reprogramações, cancelamentos“, referiu Elísio Summavielle na apresentação daquela que o CCB espera ser a cura para a “pandemia cultural“.

De julho a setembro, o CCB promete trazer exposições, cinema, espetáculos de dança, peças de teatro e concertos às suas salas. Entre os artistas que irão atuar nos palcos do Centro Cultural de Belém, destacam-se os Glockenwise, com concerto marcado para dia 17 de julho, às 21h. A banda lançou o seu mais recente álbum, Plástico, em 2018, o primeiro cantado em português, com destaque para temas como ‘Dia Feliz’ e ‘Plástico’, que dá nome ao álbum.

Já em agosto, no dia 21, Luís Severo apresenta-se nos palcos depois do lançamento do álbum O Sol Voltou em 2019, com temas como ‘Primavera’ e ‘Maio’. No sábado seguinte, no dia 28, The Legendary Tigerman sobe ao palco para encerrar a Destemporada.

ccb
Luís Severo, fevereiro de 2020 / Fotografia: Espalha-Factos

Da música ao cinema

A programação cinematográfica do CCB começa com um filme de 2021, Pele Escura, com realização de Graça Castanheira, “uma reflexão sobre centro e periferia, negros e brancos, racismo e inclusão”, descreve a organização da Destemporada.

Numa simbiose com a música, o Centro Cultural de Belém apresenta vários filmes-concertos, como Shine a Light e The Last Waltz, ambos de Martin Scorsese, de 2008 e 1978, respetivamente. Também Amazing Grace, um “registo ao vivo” da atuação do disco homónimo de Aretha Franklin, estreado em 2018 e com realização de Sidney Pollack e Alan Elliott, feito a partir de filmagens inéditas de 1972, faz parte da programação do CCB, transmitido no dia 23 de julho, assim como Neil Young: Heart of Gold (2006), realizado por Jonathan Demme, um documentário que acompanhou Neil Young durante o lançamento dos temas do álbum Praire Wind, e que passa a 30 de julho.

Outro documentário musical, Johnny Cash in San Quentin (1969), um concerto filmado por Michael Darlow, pode ser visto na Praça CCB a 6 de agosto. No mesmo local, a 20 de agosto, os espectadores podem ver Shut Up and Play the Hits: O Fim dos LCD Soundsystem, um documentário de Dylan Southern e William Lovelace sobre a banda e o fim da mesma, com registos daquele que foi o seu último concerto.

The Band's 'The Last Waltz': Why It's a Concert-Movie Classic - Rolling Stone
The Last Waltz, de Martin Scorsese / Fotografia: Rolling Stone

Desaniversário

Talvez a grande novidade desta Destemporada seja a Fábrica das Artes, com concertos, como o do Conjunto Cuca Monga, a 3 de julho, que encerra a Festa de Desaniversário. Esta festa é composta por espetáculos portáteis e ao ar livre que reúnem atores, músicos e filósofos. Para além disso, a Fábrica das Artes recebe peças de teatro, como a Anti-Princesas, sobre ícones feministas da história como Clarice Lispector, Carolina Beatriz Ângelo, Juana Azurduy e Frida Kahlo.

Na Garagem Sul, existem exposições de arquitetura e outras atividades, algumas de entrada livre, como Visitas à exposição e à cidade. Estas visitas guiadas por Lisboa focam-se em obras arquitetónicas, bairros e exposições. Estas atividades estão marcadas para o fim-de-semana, durante os dias 4, 10 e 17 de julho, 1 de agosto e 4 e 5 de setembro. A Garagem Sul encerra à segunda-feira e está aberta nos restantes dias entre as 10h e as 19h, com acesso pelo Jardim das Oliveiras.

Conjunto Cuca Monga, julho de 2017 / Fotografia: Espalha-Factos

Regresso aos Palcos

Delfim Sardo, administrador do Centro Cultural de Belém, refere que o apoio do Teatro Nacional D. Maria II, do Teatro Nacional São João, e do Festival Almada, entre outras entidades, foi fundamental para a organização da Destemporada. O CCB apresenta um conjunto de peças de teatro e espetáculos de dança durante os meses de verão, com a participação destas companhias de teatro.

Monica Belluci vai estar presente na peça Maria Callas – Cartas e memórias, que já está nos palcos desde 2019 e em que Belluci, com encenação de Tom Volf, lê excertos do livro Maria Callas – Lettres & Memoires. A peça sobe ao palco a 11 de julho no contexto do 38.º Festival de Almada e é o começo do conjunto de peças de teatro que o CCB vai apresentar durante o verão.

Morte de um caixeiro viajante, de Arthur Miller, chega aos palcos pela encenação de Jorge Silva Melo, durante os dias 6 a 8 e 11 a 15 de agosto. A última peça a ser apresentada, de 27 a 28 de agosto, é Castro, do poeta quinhentista português António Ferreira, encenada por Nuno Cardoso.

Fecundação e Alívio neste Chão Irredutível onde com Gozo me Insurjo é o primeiro espetáculo de dança que inicia a série de performances do género. Esta apresentação de Hugo Calhim Cristóvão e Joana von Mayer Trindade estreia no Pequeno Auditório do CCB, a 2 e 3 de julho e é para pessoas maiores de 16 anos. Diálogos é a última atuação de dança, apresentada a 27 e 28 de agosto, de Henrique Furtado Vieira.

ccb
Maria Callas por Mónica Bellucci / Fotografia: CCB

Cultura ao Ar Livre

O CCB também vai organizar atividades ao ar livre, como Cozinhas do mundo, um conjunto de showcookings de países e regiões como a Síria, Irão, Angola, Perú, Itália, Rússia e Macau, com entrada livre. Para além de aulas de culinária, o Jardim das Oliveiras também recebe aulas de Pilates, todos os sábados de manhã, e de Yoga, a 14, 21 e 28 de agosto e de 4 a 11 de setembro.

Os bilhetes para todos os eventos já estão à venda nos pontos habituais. Para a Destemporada, o CCB organizou passes especiais, com 20% de desconto na compra de cinco ou mais bilhetes para o mesmo ou para vários espetáculos.

 

 

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.