Audiências - UEFA Under-21 Championship
Facebook UEFA Under-21 Championship

Audiências. Final do Euro de Sub-21 empurra RTP1 para a vice-liderança

A derradeira partida do Campeonato da Europa de Sub-21 foi o programa mais visto deste domingo (6), com mais de dois milhões de telespetadores sintonizados. O futebol fez subir a média diária da RTP1, que chegou à vice-liderança das audiências.

O jogo entre Portugal e a Alemanha registou 23,3% de audiência média e 44,1% de quota de mercado, fidelizando uma média de 2 milhões e 201 mil telespetadores. A emissão foi líder de audiências do início ao fim da partida. Em segundo lugar, seguia o Jornal da Noite (7,8%/14,8%), acompanhado por uma média de 740 mil telespetadores. Na TVI, o Jornal das 8 (6,8%/13%) teve o valor mais baixo de share do ano, com uma audiência média de 644 mil telespetadores.

Hell’s Kitchen despede-se em primeiro

A transmissão desportiva não alterou, contudo, o panorama do resto do horário nobre. Divida em três blocos, a final de Hell’s Kitchen começou a liderar logo com o fim do futebol. O primeiro bloco (12,3%/22,7%), acompanhado por 1 milhão e 163 mil telespetadores, iniciou quando a partida ainda estava no ar, tendo ficado em segundo. Já Prova de Fogo (14%/26,9%) foi o segmento com mais audiência da noite – 1 milhão e 321 mil telespetadores. O bloco registou o melhor valor de audiência média da temporada, numa altura em que o programa já seguia em primeiro.

Hell's Kitchen
Fotografia: SIC/Divulgação

A Decisão (12,7%/28,7%) foi acompanhada por uma média de 1 milhão e 200 mil telespetadores. O bloco em que Francisca foi consagrada vencedora registou o melhor share da noite, mostrando ser o segmento mais competitivo. Na TVI, All Together Now (9,1%/19,2%) repetiu, pela segunda semana consecutiva, o valor de audiência média mais baixo da temporada. Em média, 864 mil telespetadores seguiram o concurso musical. Já na estação pública, a emissão do Got Talent Portugal (6,2%/16,3%) foi acompanhada por uma média de 589 mil telespetadores.

Agricultores seguram liderança ao final da noite

Depois da competição culinária, a SIC emitiu Quem Quer Namorar com o Agricultor?, dividido em cinco blocos. O primeiro segmento (9,6%/24,5%) e Frente a Frente (9,4%/26,5%) lideraram, numa altura em que o programa musical da TVI ainda estava no ar. Já Nova Vida (5,8%/24%) e A Decisão (5,3%/28,5%) mantiveram-se na dianteira, com o programa de talentos do canal público à frente da reposição de Mulheres (2,3%/11,4%). O episódio marcou os valores de audiência mais baixos desde a estreia.

Extra (4%/29,8%), o último segmento da noite do reality da SIC, ficou à frente da novela de Queluz de Baixo e do programa Got Talent Portugal: Os Finalistas (1,6%/13,3%).

Nas contas do dia, a SIC liderou as audiências, com 19,6% de share, com a RTP1 em segundo lugar, com 17,1%. Na terceira posição, e a 5,8 pontos percentuais da primeira colocada, ficou a TVI (13,8%), que registou a pior marca diária de 2021.

Outros destaques:

  • A estação pública começou o dia a liderar, com o Bom Dia Portugal (2,2%/16,4%) e a Eucaristia Dominical (3,8%/16,9%). Depois, a dianteira ficou do lado da SIC, que emitia o programa Olhá SIC (3%/14,8%), seguido pelo Vida Selvagem (7,7%/25,5%).
  • À hora de almoço, o Primeiro Jornal (10,6%/29,6%) teve uma média de 999 mil telespetadores, uma audiência maior que os informativos de horário nobre. Em segundo, ficou o Jornal da Uma (6,9%/19,4%), com uma média de 656 mil telespetadores. O Jornal da Tarde (3,8%/10,7%) manteve-se em terceiro.
  • À tarde, o Domingão (7,2%/20,2%) assegurou a liderança, deixando o Somos Portugal (5%/14,3%) atrás. O programa popular marcou o valor de audiência média mais baixo do ano.
  • RTP2 transmitiu a Taça de Portugal de Andebol entre Benfica FC Porto, que registou 1,1% de audiência média e 3,1% de quota de mercado, com uma média de 103 mil telespetadores.
  • Deslocado da sua faixa habitual, o Telejornal (5,1%/12,9%) foi acompanhado por uma média de 486 mil telespetadores, mantendo-se em terceiro lugar.

Dados de audiências da GfK/CAEM para 6 de junho. Valores Live+VOSDAL.

Mais Artigos
Depois Vai-se a Ver e Nada
‘Depois, Vai-se a Ver e Nada’ regressa este mês com novos programas