Diana Chaves: “Nunca vou falar muito alto ou gritar”

A apresentadora deu uma entrevista onde partilha que foi desafiada a alterar a sua postura no programa, mas recusou

Diana Chaves, co-apresentadora do programa Casa Feliz da SIC, deu recentemente uma entrevista onde partilha que foi desafiada a alterar a sua postura no programa, mas recusou. Na condução do formato desde o momento em que Cristina Ferreira abandonou a SIC, Diana Chaves já tinha referido anteriormente que aceitou o convite com empenho e entusiasmo, mas vem agora revelar que no início lhe foi pedido para mudar a forma como apresentava.

Em declarações à revista TV Mais, a atriz e agora apresentadora, diz que pretendiam que se soltasse mais. No entanto, fiel à sua forma de ser e estar, recusou, esclarecendo que nunca vou falar muito alto, ou gritar. Se o estivesse a fazer não me estaria a soltar, estaria a fingir uma coisa que não sou”.

A genuinidade demonstrada e a naturalidade com que encara o facto de se encontrar fora daquela que anteriormente tinha sido a sua zona de conforto profissional têm sido apontados como fatores do sucesso de Diana Chaves na condução do formato de daytime.

Apesar de ter já apresentado outros formatos do canal, a dupla de apresentadores de Casa Feliz foi criada num contexto particular, em que nenhum dos dois se conhecia profissionalmente, e em que a própria estação precisava de demonstrar alguma estabilidade, apesar da revolução em que se encontrava.

Ao lado de João Baião, a atriz tem vindo a formar uma parceria considerada valiosa para a SIC, sendo atualmente uma das caras mais acarinhadas da estação. Ambos têm conquistado os portugueses e o formato que apresentam tem permitido à estação liderar o bloco das manhãs do daytime, ultrapassando já a meta das 20 vitórias consecutivas face ao seu concorrente direto, o programa Dois às 10 da TVI.

Ouve a análise ao sucesso do programa Casa Feliz, e a sua dupla de apresentadores, no episódio desta semana do podcast Fita Isoladora.

  1. Absolutamente de acordo com o Sr. Emídio. Com uma diferença, esta falta de respeito pelo telespectador já me levou, muitas vezes, a mudar de canal. É pena que quem dirige a SIC, esteja completamente obcecado com as audiências e nitidamente “nas tintas” para os espectadores que lhes têm sido fiéis. Acreditem que estou a exprimir a minha opinião e a de muitos familiares e amigos. Assim, Sr. Daniel Oliveira não irá longe. Cumprimentos

  2. Amigos:Sentindo prazer, no recolhimento do meu lar,quando assisto às vossas telenovelas,tenho de vos dizer o quanto me entristece verificar os vossos critérios de apresentação dos episódios diários.Assim,seja-me permitido reclamar:
    1-Como se explica a apresentação de episódios com a duração de 2/3 ou 5 minutos?
    2-A novela “Serra”,inicia-se com cenas do episódio anterior,começa a apresentação e 5 minutos depois,surge logo em rodapé a indicação de novo intervalo.
    3-Na novela “Tempo de Amar”,a situação repete-se de novo.No 2ºintervalo,surge 3 minutos depois a indicação de cenas do próximo capítulo.Conclusão:Serve este “rosário”para lhe pedir que me deixem continuar a gostar das vossa telenovelas.Não me “forcem” a mudar de canal,porque eu não gosto que tal se passe nesta minha casa.Aceitem o meu abraço e muito obrigado

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Mais Artigos
THE CONJURING: THE DEVIL MADE ME DO IT
‘The Conjuring – A Obra do Diabo’ bate recorde na semana com mais espectadores do ano