Friends
Fotografia: HBO Max/Divulgação

‘Friends: The Reunion’ é uma viagem nostálgica para os fãs

Friends: The Reunion é um episódio especial focado na celebração do legado de uma das sitcoms mais populares de sempre. O Espalha-Factos já viu e dá o seu veredito.

Criada por David Crane e Martha Kauffman, a série focava-se num grupo de amigos, constituído pelos irmãos Monica (Courteney Cox) e Ross Geller (David Schwimmer), Rachel Green (Jennifer Aniston), Chandler Bing (Matt LeBlanc), Joey Tribbiani (Matthew Perry) e Phoebe Buffay (Lisa Kudrow).

Ao todo foram dez temporadas. transmitidas originalmente nos Estados Unidos entre 1994 e 2004. Em Portugal, Friends chegou uns anos mais tarde pela mão da RTP1. Foi primeiramente dobrada em português, mas a aposta revelou-se um fracasso. Passou depois para a grelha da RTP2, com legendas. Atualmente, todos os episódios estão disponíveis na plataforma de streaming HBO Portugal.

Friends foi, e continua a ser, um dos fenómenos televisivos mais marcantes dos últimos 30 anos. De acordo com um artigo da USA Today de 2015, a Warner Bros. recebe mais de 800 mil milhões de euros pelos direitos televisivos da série. Nessa altura, estimava-se que cada ator do elenco principal recebia, anualmente, cerca de 16 milhões de euros em royalties. 

Dito isto, é compreensível que a Warner Bros. Television tivesse interesse em fazer “render o peixe” neste episódio especial. Dezassete anos depois da transmissão do último episódio, Friends: The Reunion, como o próprio nome indica, é uma reunião do elenco e da equipa por detrás da sitcom com o propósito de celebrar o legado criado por esta série. Será este um regresso ao passado recheado de nostalgia ou uma aborrecida reunião de condomínio?

Uma carta de amor aos fãs que é “um pouco de tudo”

Ao longo de hora e quarenta minutos, o episódio especial de Friends é uma montanha russa de emoções para o elenco principal e também para os próprios fãs da sitcom. Há imensas referências a cenas icónicas, também há participações especiais de personagens secundárias mas igualmente marcantes – nesse campo, os fãs não vão ficar desiludidos- e são mostradas bastantes imagens de arquivo dos bastidores da série no seu auge.

Há também uma contextualização de Friends enquanto fenómeno global. Há testemunhos de fãs anónimos – do grande público entenda-se – que espelham bem a importância que uma simples série pode ter na vida de uma pessoa. Nesse aspeto, este episódio especial faz um ótimo trabalho em providenciar essa perspetiva.

No entanto há também a presença de várias celebridades, que retira um pouco da essência deste programa especial. James Corden, como entrevistador, desempenha um bom papel enquanto apresentador neste episódio. É pertinente no que diz respeito às perguntas que coloca e o elenco consegue ter respostas interessantes qb.

Para além da seção da entrevista, há o momento propriamente dito da reunião – repartido em várias partes – em que Courteney Cox, David Schwimmer, Jennifer Aniston, Matt LeBlanc, Lisa Kudrow e Matthew Perry voltam a estar juntos nos estúdios com os cenários onde gravaram a maioria dos episódios. A partilha de abraços e de histórias, mesmo com câmaras ligadas, é enternecedor. Já todos ultrapassaram os 50 anos de idade e, mesmo assim, a química do grupo parece permanecer intacta.

Depois desta reunião: há planos futuros?

Para os fãs da série, Friends: The Reunion não vai desiludir do que propôs, ou seja, é “uma celebração sem guião, na primeira pessoa” do legado da série. Matt LeBlanc chega a referir que não há grandes expectativas de se fazer mais iniciativas deste género ou uma série sequela ou spin-off.

É de relembrar que LeBlanc sabe o que é estar numa série de spin-off de Friends. Apesar de não haver planos, os atores deram a sua opinião relativamente ao possível desfecho das suas personagens em Friends.

O maior defeito deste programa especial é a própria montagem. É, em certos de momentos, atabalhoado e, por essa razão, o storytelling podia ter sido mais desenvolvido. Apesar disso, os conteúdos apresentados vão agradar os fãs – principalmente as imagens de bastidores e dos testemunhos de David Crane e Martha Kauffman em género de «making of».

A presença de celebridades podia ter sido dispensada para dar destaque a mais intervenientes anónimos pois são esses que deram força à sitcom ao longo destes anos para alcançar o patamar que se encontra hoje. Apesar disso, a nostalgia que emana deste Friends: The Reunion é algo que os fãs de longa data não podem perder. É uma mistura entre documentário e entrevista de um programa de talk-show com alguns «sketches» incluídos.

Friends: The Reunion cumpre mas não é algo que vai ficar tão presente como certos episódios da série. Mesmo assim, os fãs não podem perder este programa. Friends: The Reunion já está disponível na HBO Portugal.

Friends
6

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
zoe kravitz
‘Pussy Island’ é a estreia de Zoë Kravitz como realizadora