Itália, a vencedora, foi representada pelos Måneskin
Fotografia: Andres Putting / Eurovision.tv

Eurovisão. Vocalista dos Måneskin vai fazer teste de drogas

Uma imagem tem corrido a internet. Damiano David, o vocalista dos Måneskin, banda vencedora do Festival Eurovisão 2021, surge inclinado para cima da mesa da Green Room, num movimento que vários internautas têm associado à inalação de drogas. A banda já desmentiu as alegações e a União Europeia de Radiodifusão (EBU) vai averiguar as imagens.

Num comunicado enviado na manhã deste domingo (23) aos jornalistas acreditados, a EBU informa que “a banda refutou veementemente as alegações relativas ao uso de drogas, e o cantor em questão vai fazer um teste de drogas mal chegue a Itália“. A organização acrescenta ainda que este teste vai ser feito a pedido de Damiano David, e que o quis realizar logo na noite de sábado, no entanto, isso não aconteceu porque as contingências necessárias à realização do teste não puderam ser imediatamente desencadeadas pela EBU.

A banda, o agenciamento e o chefe de delegação italiano informaram a EBU que “não havia drogas presentes na Green Room” e detalharam que “partiu-se um copo na mesa, que o cantor estava a limpar da superfície“. A organização do Festival confirma que “foi encontrado um copo partido no local depois de uma verificação“.

A Eurovisão acrescenta que está agora “a observar as filmagens cuidadosamente e dará atualizações com mais informação sobre o assunto assim que possível“.

Os Måneskin venceram a edição 2021 do Eurofestival com 524 pontos, mais 25 do que a segunda classificada, Bárbara Pravi, de França. É a terceira vitória de Itália no concurso e a primeira desde que regressaram à competição em 2011, depois de uma ausência que tinha começado em 1997. Nas últimas 10 participações italianas, o país marcou presença no top5 em cinco delas.

Mais Artigos
Equipa da TVI reunida no lançamento de 'Todos Juntos' como novo hino do canal
“Todos juntos numa só canção”. Hino da TVI usado na banda sonora do ‘Agricultor’