Eurovisão
Fotografias: EBU

Eurovisão 2021. Quem lidera nas apostas para a segunda semifinal?

Na passada terça-feira (18), conhecemos os primeiros dez finalistas da 65.ª edição do Festival Eurovisão da Canção, a decorrer em Roterdão, nos Países Baixos. Esta quinta (20), escreve-se mais um capítulo para a história do concurso, com a realização da segunda semifinal da edição.

A partir das 20h de Portugal Continental, sobem ao palco 17 intérpretes – incluindo os representantes portugueses, The Black Mamba – que irão disputar os últimos dez lugares disponíveis para a grande final do concurso, a decorrer no próximo sábado (22). A transmissão da semifinal decorre em direto, na RTP1, a partir das 20h e pode ser também acompanhada a partir do canal de YouTube do festival.

Com os ensaios concluídos e as odds das casas de apostas algo estabilizadas, é altura de analisar quem está mais perto e mais longe de conseguir um dos últimos dez lugares para a final do concurso.

Suíça, Bulgária e Islândia lideram a tabela de apostadores

Nas casas de apostas, três países surgem com algum destaque: Suíça, Bulgária e Islândia. Gjon’s Tears, VICTORIA e Daði og Gagnamagnið, os representantes de cada um destes países, respetivamente, apresentam as odds mais baixas nas casas de apostas para avançarem à próxima fase – quanto menor a odd, maior a probabilidade de passar à próxima fase.

De acordo com os dados compilados no Eurovision World, neste momento ‘Tout l’Univers‘ apresenta 94% de hipóteses de chegar à final do concurso, a par de ‘Growing Up Is Getting Old‘ e ‘10 Years‘. As chances dos representantes islandeses não parecem ter diminuído mesmo depois do anúncio de que a banda atuaria com uma gravação do seu segundo ensaio em Roterdão, depois de um dos seus membros ter testado positivo à Covid-19.

Relativamente próximo dos “favoritos”, a Grécia, com a pop de ‘Last Dance‘, cantada por Stefania, tem subido nos últimos dias, apresentando agora uma probabilidade igual à Finlândia – 92% – representada pelos Blind Channel e o seu nu metal na forma de ‘Dark Side‘.

Com 87% de chances de atingir a grande final, surge a seguir na tabela dos apostadores San Marino, representada pela repetente Senhit, dez anos depois da sua primeira aparição no festival. A cantora italiana apresenta a fusão entre poprap de ‘Adrenalina‘, que conta com a participação do rapper Flo Rida, que estará em palco com a artista para apresentar a faixa nesta segunda semifinal.

Portugal aposta segura para conseguir apuramento, Áustria e Moldávia em disputa pelo último lugar

Em boas notícias para Portugal, The Black Mamba parecem ter convencido durante os ensaios em Roterdão, continuando a manifestar-se a subida progressiva das suas chances de atingirem a grande final da Eurovisão. Com ‘Love Is On My Side‘, os representantes portugueses têm agora 80% de hipóteses para avançar à próxima fase.

A morder os calcanhares da banda portuguesa, surgem de seguida as Hurricane, representantes da Sérvia, cuja pop de ‘Loco Loco‘ apresenta 79% de possibilidade de avançar para a próxima fase de acordo com o Eurovision World.

Para os dois últimos lugares de qualificação que ficam a restar, a luta parece estar essencialmente virada para aquele que poderá vir a ser mesmo o último lugar da tabela. Se a Albânia e o ‘Karma‘ de Anxhela Peristeri parecem estar relativamente seguros, com os seus 65% de hipóteses de avançar para a grande final, o mesmo não se pode dizer da Áustria.

Apesar de as suas odds terem descido nos últimos dias, Vincent Bueno e ‘Amen‘ continuam com a Moldávia bastante próxima, parecendo que a luta pelo último lugar de apuramento ficará entre estas duas nações. Atualmente, o representante austríaco surge com 54% de hipóteses de avançar à próxima fase, enquanto que a regressada Natalia Gordienko, com a sua pop colorida na forma de ‘Sugar‘, apresentam 44% de probabilidade de avançar.

Para as restantes seis nações – Dinamarca, Estónia, Letónia, República Checa, Polónia e Geórgia -, a qualificação já parece ser uma miragem distante. Da Dinamarca, Fyr og Flamme, com ‘Øve os på hinanden‘ surgem já ligeiramente distantes da Áustria e Moldávia, mas ainda podem sonhar com o apuramento se conseguirem uma boa performance esta quinta-feira. Apresentam, atualmente, 38% de hipóteses de avançar para a final.

No restante pelotão, as odds para avançar aumentam ainda mais, com a Estónia à cabeça deste grupo. Uku Suviste e ‘The Lucky One‘ apresentam 26% de hipóteses de avançar, seguindo-se a representante da Letónia, Samanta Tina com ‘The Moon is Rising‘, que conta com 22% de chances.

A República Checa, com o rap de Benny Cristo e ‘Omaga‘, ainda conta com 20% de possibilidades, mas para a Polónia (que já chegou a surgir muito próxima dos lugares da qualificação nas previsões) e a Geórgia, as probabilidades já se encontram abaixo dos 15%. Para Rafał e ‘The Ride‘ e para Tornike Kipiani e ‘You‘, as chances são para ambos de 10% de avançarem para a final.

Abaixo, podes observar todas as percentagens para as nações que vão integrar a primeira semifinal, segundo os dados compilados pelo Eurovision World.

A segunda semifinal da Eurovisão acontece esta quinta-feira, 20 de maio. A eliminatória é transmitida em direto na RTP1 a partir das 20h, com os comentários da estação pública a cargo da dupla Nuno Galopim e José Carlos Malato. O Espalha-Factos continua a acompanhar todas as novidades da Eurovisão nas redes sociais e num podcast especial, o EFVisão.

Dados atualizados às 18h20 de 20 de maio
Mais Artigos
Opinião. A difícil tarefa de Ana Marques em ‘Alô Marco Paulo’