Festa é Festa é a nova novela da TVI. Em cena, Inês Herédia e Pedro Teixeira
Fotografia: TVI / Divulgação

Opinião. O novo fôlego que a ‘Festa’ deu a Cristina

Festa é Festa é a nova novela da TVI e uma criação de Cristina Ferreira. A história tinha de correr bem para uma continuação tranquila no cargo de diretora de entretenimento e ficção. A trama venceu nas audiências desde que estreou e deu à apresentadora razões para sorrir, depois de outras apostas não tão bem sucedidas.

Para já, Festa é Festa veio abalar algo que já se tornara certo nos últimos meses. As novelas da SIC dominaram até 26 de abril, com Amor Amor em especial destaque. Agora, a nova novela da TVI, que surgiu de uma ideia original de Cristina Ferreira, tornou-se o programa mais visto pelos portugueses.

Obviamente que, por enquanto, a apresentadora não tinha a sua cabeça a prémio enquanto “manda-chuva” da TVI, mas cada programa que partiu das suas ideias e que não garantiu a liderança nas audiências beliscaram, com certeza, a invencibilidade da figura mais proeminente na televisão atualmente.

Desde que regressou a Queluz de Baixo, depois de uma passagem pela SIC, a profissional fez várias apostas na programação do canal e nem todas com grande sucesso. VivaVida, All Together Now, Dia de Cristina, Cristina Comvida, Esta Manhã e a renovação do Somos Portugal estão longe de ser grandes insucessos, mas não foram ou não têm sido formatos capazes de devolver a liderança à TVI.

Por sua vez, Dois às 10, Goucha, Em Família e, agora, Festa é Festa são os maiores sucessos de Cristina enquanto diretora. É óbvio que, se a nova novela não fosse agora um sucesso, a nova diretora, que está em constante provação para a opinião pública e, sobretudo, para a imprensa, sofreria uma machadada quase irrecuperável na sua missão na estação de televisão.

SIC líder em abril

A SIC terminou abril com mais uma vitória nas audiências, mas chegou a maio com a liderança segura, mas beliscada. O horário nobre sofreu um revés com a chegada de um novo produto à TVI. Contudo, o Casa Feliz, por exemplo, tem cimentado o seu primeiro lugar nas manhãs com sucessivos recordes.

O regresso do Got Talent Portugal

A RTP1 tem habituado o público a dois únicos programas nas noites de domingo. O formato de talentos apresentado por Sílvia Alberto regressou sem grandes novidades e sem assustar a concorrência, o que também seria difícil. As audições são a fase do formato mais bem recebidas pelo público, algo que deve voltar a mudar mal cheguem as galas, curiosamente, com menos qualidade e interesse que as fases anteriores.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Karl Marx
Karl Marx. Quase 200 anos depois, o marxismo ainda faz sentido?