O Espalha-Factos terminou. Sabe mais aqui.
TVI
Fotografia: Instagram / Cristina ComVida

‘Cristina ComVida’. Apresentadora não tem problemas em acabar com o programa

Cristina Ferreira, criadora e apresentadora do programa Cristina ComVida, afirma não ter problema em mudar ou mesmo acabar com o programa, estreado em março passado.

Após a estreia de Festa é Festa, nova novela da TVI, Cristina Ferreira falou com a revista TV 7 dias, que a questionou sobre o programa e os resultados que tem conseguido. Acontece que, desde a sua estreia a 29 de março, Cristina ComVida apenas liderou em audiências uma vez.

Em reação, a apresentadora referiu estar “contra uma novela que fideliza as pessoas e que já vem de há meses [Viver a Vida e Eta Mundo Bom, na SIC], bem como “contra o Fernando Mendes, que ganhou durante toda a vida [com O Preço Certo]”, menos quando a apresentadora apresentava o concurso Apanha se Puderes. Acrescentou que “um formato destes, que nunca esteve num horário destes, precisa de algum tempo”. Ainda sobre a continuidade de Cristina ComVida, afirmou que vai manter o programa “até achar que ele tem caminho para andar” e que quando achar que não tem, que não terá “problema nenhum em mudá-lo ou acabar”.

Refere e lamenta, ainda, a existência de uma campanha contra si. “Estou a pagar porque sou mulher, porque me chamo Ferreira (…), porque não é fácil aceitar o sucesso dos outros. Não é fácil entendê-lo fruto do trabalho que temos vindo a desenvolver e porque nem todas as pessoas têm capacidade de arriscar como eu fiz”, disparou.

Cristina ComVida é um formato planeado pela apresentadora, guardado desde 2014, acabando por ter parecenças com O Programa da Cristina, apresentado durante o tempo em que trabalhou na SIC. No ar todos os dias às 19h, antes do Jornal das 8, é um talk-show, “onde a ficção se mistura com a realidade”, como prometido pela estação. Por este espaço, que tem Eduardo Madeira como convidado residente, têm passado vários convidados, entre os quais figuras da estação de Queluz.