festa é festa
Fotografia: TVI/Divulgação

Audiências. ‘Festa é Festa’ volta a liderar contra ‘Amor Amor’

Ao segundo episódio, segunda vitória para Festa é Festa. A nova novela da TVI voltou a ser o programa mais visto do dia, confirmando a liderança conseguida na estreia contra Amor Amor, a habitual líder de audiências no horário.

A novela de Roberto Pereira foi vista em média por 1 milhão e 374 mil espectadores nesta terça-feira (27), segundo os dados da GfK/CAEM, subindo ligeiramente os valores da estreia. Com 14,5% de audiência e 26,4% de share, Festa é Festa foi líder durante todo o episódio, destronando a novela concorrente da SIC.

Ainda assim, Amor Amor não esteve longe da TVI e foi o segundo programa mais visto do dia. A novela protagonizada por Joana Santos e Ricardo Pereira conseguiu uma média de 1 milhão e 291 mil espectadores, correspondentes a 13,6% de audiência e 25% de share.

Apesar de ter perdido para os dois primeiros episódios de Festa é Festa, Amor Amor não perdeu público face à semana anterior, o que indicia que o crescimento da TVI no horário não tem sido feito à custa da SIC.

Lê também: Festa é Festa. Uma sitcom em formato de novela

A estação de Paço de Arcos recuperou a liderança assim que Festa é Festa terminou. A Serra (11,3% / 26,5%) manteve-se à frente da TVI, vencendo tanto Bem me Quer (11,8% / 24,3%) como Amar Demais (8% / 22,1%). Ao final da noite, Tempo de Amar (6% / 21,3%) foi líder contra Mulheres (3,3% / 17,8%), que viria a chegar à liderança no confronto com Passadeira Vermelha (1,6% / 12,7%).

A vitória de Festa é Festa não pôs em causa a liderança diária da SIC, que registou 21,8% de share nesta terça-feira, conseguindo uma margem de 3,5 pontos percentuais face à TVI, que obteve 18,3%. A RTP1 cresceu ligeiramente para os 12%, enquanto a CMTV manteve a liderança entre os canais de cabo, com 4,6%.

Jovens dão preferência a Festa é Festa

Da análise dos auditórios das duas novelas conclui-se que Festa é Festa se destaca junto dos mais jovens, onde consegue as maiores vantagens sobre Amor Amor.

A faixa entre os 15 e os 24 anos deu clara preferência à nova produção da TVI, que registou 30,2% de share contra 20,7% da novela da SIC. A vantagem foi ainda maior no target 25-34, com Festa é Festa a registar o dobro de Amor Amor: 26% de share contra 12,6%.

A nova aposta da TVI só perdeu para a SIC em duas faixas etárias: as crianças entre os 4 e os 14 anos (20,3% de share, contra 25,9% de Amor Amor), e o target 45-54 (18,7%, contra 26,8%).

Olhando para as várias regiões, Amor Amor manteve a liderança no Norte e no Alentejo, enquanto Festa é Festa liderou no resto do Continente. Na região de Lisboa houve vantagem clara para a história da Aldeia da Bela Vida, que registou 25,9% de share, contra 20,1% da novela da SIC.

Outros destaques do dia

Manuel Luís Goucha
Fotografia: Manuel Luís Goucha / Instagram
  • Goucha teve o seu programa menos visto de sempre, caindo para os 281 mil espectadores (3% / 14%). Júlia liderou confortavelmente a tarde, com uma média de 392 mil espectadores (4,1% / 19,2%). A Nossa Tarde (2% / 10,3%) teve uma ligeira subida, mas continuou muito longe das privadas.
  • De manhã manteve-se o equilíbrio entre Casa Feliz (3,9% / 23,4%) e Dois às 10 (3,8% / 22,6%), com o programa da SIC a destacar-se na última parte. Na sequência, o Primeiro Jornal (8% / 30,7%) voltou a dominar na hora do almoço.
  • Em edição especial, Linha Aberta (3,9% / 20,2%) afastou-se de A Única Mulher (3,1% / 15,8%) e liderou ao início da tarde.
  • Viver a Vida (7,8% / 22,7%) e Êta Mundo Bom! (10,1% / 23,3%) mantiveram a liderança ao final da tarde. O Preço Certo (8,6% / 21%) ficou em segundo lugar na faixa das 19h, enquanto Cristina ComVida (6% / 14,6%) voltou a ficar num distante terceiro lugar.
  • Na TVI24, Mais Bastidores (1,2% / 4%) teve o melhor share do ano na sua edição da tarde. O programa desportivo venceu Jogo Aberto (0,9% / 3%), da SIC Notícias, e aproximou-se de Mercado (1,3% / 4,4%), da CMTV.

Dados de audiência da GfK/CAEM.

Mais Artigos
SIC vence dia marcado pelo adeus a Maria João Abreu