Casa Feliz fecha semana na liderança absoluta.
Fotografia: SIC

Audiências. ‘Casa Feliz’ termina melhor semana de sempre na liderança absoluta

Casa Feliz voltou a registar um dos melhores valores de sempre nesta sexta-feira (23). O programa de Diana Chaves e João Baião liderou todos os dias desta semana e registou a melhor média semanal desde a estreia a 20 de julho de 2020.

Com início pelas 10h15, Casa Feliz agarrou a liderança no primeiro momento e nunca largou o primeiro lugar durante toda a emissão. Acompanhada por 420 mil telespectadores em média, a Casa Feliz registou uma audiência de 4,4% e um share de 24,5%, um dos registos mais altos em quota de mercado do programa desde a sua estreia.

A semana foi fechada com chave-de-ouro para a SIC, que registou a melhor média semanal no período das manhãs desde os tempos de Cristina Ferreira nas manhãs de Paço de Arcos. É preciso recuar aos últimos meses de O Programa da Cristina para encontrar valores superiores a 23,7% de share nas manhãs da SIC, que na altura fechou a média anual com 24,9%.

O resultado semanal de Casa Feliz é o continuar de uma subida que se tem registado nos últimos tempos, com o programa das manhãs da SIC a conseguir fixar-se acima dos 20% de quota de mercado durante os últimos 14 dias. Na TVI, Dois às 10 voltou a ficar mais distante com uma média de 336 mil telespectadores, o correspondente a 3,6% de rating e 19,6% de share durante a manhã de sexta-feira (23).

O programa das manhãs da TVI arrancou em terceiro lugar, atrás de Praça da Alegria, mas rapidamente conseguiu fixar-se no segundo lugar da tabela, apesar de nunca ter sido capaz de escalar até ao topo do pódio. Na RTP1, o programa de Sónia Araújo e Jorge Gabriel fechou as contas com 2,1% / 12,1%, o reflexo de 203 mil telespectadores.

Nos totais diários, a SIC reforçou a liderança com 21,2% de share médio, seguida da TVI a uma distância de 4,5 pontos percentuais de quota de mercado, com 16,7%. Em terceiro lugar, a RTP1 fechou o dia com 12,4% – um valor acima da média anual – com a CMTV a conseguir 4,5% no quarto lugar.

Prisão Domiciliária estreia a perder para Mulheres 

Prisão Domiciliária
Fotografia: SIC/Santa Rita Filmes

A nova série da OPTO teve direito a uma estreia na antena da SIC, após um episódio de Tempo de Amar, mas não convenceu em audiências. A história protagonizada por Marco Delgado conquistou 349 mil telespectadores, mas não foi além de 3,7% de rating e 16,3% de share. Embalada pelo bom resultado de Tempo de Amar, Prisão Domiciliária entrou a liderar, mas a baixar os resultados da aposta anterior, entrando em declínio até ao fim do episódio, que terminou com apenas 12,5% de share.

A concorrer contra Mulheres, Prisão Domiciliária conseguiu vencer durante os primeiros 27 de 43 minutos de emissão, mas acabou por ceder à pressão e passar para o segundo lugar, com a novela em reposição nas noites da TVI a ascender ao primeiro lugar e a agarrá-lo durante o resto de toda a emissão, que no caso da trama se prolongou até depois da uma da manhã. A novela foi acompanhada por 320 mil telespectadores em média, o equivalente a 3,4% de rating e 15,5% de share, tendo também batido os primeiros minutos de Até Amanhã Camaradas (0,8% / 6,9%).

Na RTP1, a Sessão de Cinema de O Caçador, em forma de antecipação para os Óscares deste domingo (25), não conseguiu surgir qualquer efeito e foi acompanhada por apenas 60 mil telespectadores, resultando nuns míseros 0,6% de audiência média e 4,2% de quota de mercado.

Outros destaques:

Amor Amor continua a liderar as noites da televisão portuguesa.
Amor Amor continua a liderar as noites da televisão portuguesa. (Fotografia: Amor Amor / Instagram)
  • Jornal da Noite (12,2% / 23,6%), Amor Amor (14,0% / 26,4%), A Serra (11,8% / 26,1%) e Tempo de Amar (7,3% / 20,6%) mantiveram a liderança para o horário nobre da SIC, que conseguiu vencer a TVIJornal das 8 (8,7% / 16,8%), Bem Me Quer (11,4% / 21,8%) e Amar Demais (9,1% / 21,3%) – e a RTP1, com o Telejornal (9,9% / 19,5%), Sexta às 9 (7,7% / 14,4%), Joker (4,9% / 9,6%) e Em Casa D’Amália (2,1% / 5,4%).
  • As tardes da SIC conseguiram vencer toda a concorrência. Primeiro Jornal (8,5% / 30,7%), Linha Aberta (4,8% / 21,7%), Júlia (4,9% / 19,6%), Viver a Vida (8,8% / 22,9%) e Êta Mundo Bom! (10,8% / 24,5%) ficaram à frente das apostas da TVIJornal da Uma (5,6% / 20,0%), A Única Mulher (3,4% / 15,6%), Goucha (4,6% / 18,6%) e Cristina ComVida (6,5% / 15,0%). Na RTP1, O Preço Certo foi o único capaz de conquistar o segundo lugar, com 9,3% / 21,8%.
Já segues o Espalha-Factos no Instagram?