Audiências - The Voice Kids
RTP/Divulgação

Audiências. ‘The Voice Kids’ despede-se com melhor share da temporada

A segunda temporada de The Voice Kids chegou ao fim na noite deste domingo (18), com a consagração de Simão Oliveira como vencedor. A derradeira emissão do concurso de talentos mostrou-se a mais competitiva da temporada nas audiências, levando o programa ao melhor valor de quota de mercado desde a estreia.

Com quase quatro horas de duração, a segunda parte da final, que foi desdobrada em dois programas, registou 9,2% de audiência média e 21% de quota de mercado, fidelizando uma média de 873 mil espetadores. O programa manteve-se, em média, na terceira posição durante a noite, conseguindo liderar durante a última hora de emissão.

Ao início da noite, Isto É Gozar Com Quem Trabalha voltou a ser o programa mais visto do dia, à semelhança do que havia ocorrido no último domingo (11). O primeiro segmento do programa (16,5%/28,4%) teve uma média de 1 milhão e 558 mil telespetadores. Já a entrevista ao autarca de Cascais, Carlos Carreiras, foi acompanhada por uma média de 1 milhão e 441 mil telespetadores, garantindo o top2 (15,2%/27,3%). Os dois blocos marcaram o melhor valor de quota de mercado da temporada.

Hell’s Kitchen em apuros

Apesar de ter liderado, o programa culinário da SIC sofreu o embate da concorrência. O primeiro bloco do programa (12,7%/23,7%) registou o valor de audiência média mais baixo da temporada. Em média, 1 milhão e 198 mil telespetadores sintonizavam a emissão. All Together Now (11,7%/23,7%), passou a assumir, em seguida, a dianteira. O programa, que esteve, em média, na vice-liderança, foi acompanhado por uma média de 1 milhão e 111 mil telespetadores, liderando frente aos blocos O Veredito (11,9%/24,6%) e O Desafio (10,1%/23,4%) da SIC.

Hell’s Kitchen só voltou à dianteira na reta final do programa, com A Eliminação (8,9%/27,8%). Com o fim do programa de Ljubomir Stanisic, a estação pública passou ao primeiro lugar até ao final da emissão do The Voice Kids. Às 24h39, o programa registou um pico de share – 35,6%. Depois de ter liderado na estreia, o segundo programa de Princípio, Meio e Fim (3,4%/13,8%) não se conseguiu destacar frente à concorrência do programa musical. Com o fim do The Voice Kids, a TVI voltou a primeiro, com o Roast – José Castelo Branco (3,7%/16,8%).

Nas contas do dia, a SIC liderou as audiências, com 19,3% de share, à frente da TVI (16,2%) e da RTP1 (11,5%). A estação pública conseguiu um valor superior à média da temporada. No Cabo, a CMTV esteve à frente, com 3,8%.

Outros destaques:

  • Ao início da manhã, o Bom Dia Portugal (2,1%/15,2%) liderou quase até ao final da emissão, passando depois o Olhá SIC (3,4%/15,5%) a primeiro. A Eucaristia Dominical (4%/15,8%) da estação pública ainda conseguiu liderar durante cerca de 30 minutos. Ao final da manhã, destacou-se Vida Selvagem (8,4%/25,1%).
  • Ao início da tarde, a emissão do Fama Show (8,4%/21,2%) marcou o valor de audiência média mais baixo do ano, apesar de ter liderado na faixa horária. O canal continuou na dianteira com o Domingão (6,4%/16,3%), à frente do Somos Portugal (6,1%/15,5%). Já sem o programa Hoje É Domingo!, a estação pública emitiu o filme Gladiador (2,2%/5,9%) e o concerto Sons do Minho – Tertúlia à Desgarrada (2,5%/5,7%).
  • A transmissão do Campeonato Europeu de Judo (0,3%/0,8%) marcou o melhor valor de audiência média na RTP2. À noite, os informativos Jornal 2 (0,1%/0,2%) e Página 2 (0,3%/0,5%) registaram mínimos de ratingshare.

Dados de audiências da GfK/CAEM para 18 de abril. Valores Live+VOSDAL.

Mais Artigos
Fátima Lopes está de regresso à SIC
Fátima Lopes lança canal de cozinha com o chef Vítor Sobral