Bruno Nogueira Princípio, Meio e Fim
Fotografia: SIC / Divulgação

‘Princípio, Meio e Fim’ ganha versão exclusiva na OPTO

O novo programa de Bruno Nogueira, intitulado Princípio, Meio e Fim, estreou domingo (11). Embora tenha começado na SIC, o formato, que tem a duração de cerca de 45 minutos, chega também à OPTO com uma versão alargada e exclusiva.

Cada episódio de Princípio, Meio e Fim é dividido em três segmentos. No primeiro, Bruno e os seus companheiros – Filipe Melo, Nuno Markl e Salvador Martinha – têm duas horas, e nem mais um segundo, para escrever um guião. Numa última parte, este é interpretado pelos atores Albano Jerónimo, Jéssica Athayde, Nuno Lopes, Rita Cabaço e pelo próprio apresentador.

Já o conteúdo que chega exclusivamente à plataforma de streaming da SIC, é relativo ao processo criativo do quarteto. De forma a não cansar o espectador e a dar ritmo ao programa, a estação de Paços de Arcos exibe apenas 15 minutos desta primeira parte, no entanto, na OPTO ganha uma versão sem filtros, cortes e com as duas horas reais.

Esta extensão do programa tem o nome de Principio, Meio e Fim – Exclusivo e é lançada no final de cada episódio, sendo que o primeiro já está disponível na plataforma de streaming.

“Há beleza no erro. Bruno Nogueira, Nuno Markl, Salvador Martinha e Filipe Melo têm duas horas para escrever um guião, não podem corrigir o que vão escrevendo e têm de resistir às distrações que vão surgindo. Uma ode à criatividade, em versão alargada, para ver em exclusivo na OPTO”, afirmou a SIC em relação ao programa. É de realçar que Princípio Meio e Fim não só marcou o regresso de Bruno Nogueira ao terceiro canal, como também estreou a liderar nas audiências.

O sucesso inicial do programa levantou ainda diferentes opiniões. Por um lado, houve quem elogiasse a originalidade desta nova aposta, mas por outro, existiram pessoas que não entenderam o conceito. Jessica Athayde, não gostou de alguns comentários que leu na internet, principalmente por parte de colegas de profissão, e manifestou-se nas redes sociais.

“Podes amar ou odiar, não gostar e achar que não é para ti e está tudo bem, ter uma opinião é ótimo! Vai sempre haver haters para tudo e sabemos todos disso, mas o que me encanita é o destilar de ódio publicamente, gratuitamente e acima de tudo vindo de artistas como tenho visto por estes lados das redes sociais.”, comentou a atriz.

Ouve também: