O funeral do princípe Filipe foi acompanhado por 13 milhões de ingleses.
Facebook

Funeral do príncipe Filipe visto por mais de 13 milhões no Reino Unido

O funeral do príncipe Filipe, duque de Edimburgo, aconteceu durante a tarde de sábado (17) no Reino Unido, tendo sido emitido pela BBC. A emissão de homenagem ao marido da rainha Isabel II foi acompanhada por mais de 13 milhões de telespectadores.

A cerimónia de despedida do príncipe Filipe, marido da rainha Isabel II durante mais de sete décadas, deu-se no Palácio de Windsor durante a tarde de sábado (17), com uma cobertura realizada não só pela BBC e pela ITV, mas também por diversos canais de notícias britânicos e internacionais, como a Sky News, a CNN International ou a Channel 4. A audiência de 13 milhões de ingleses terá sido ainda maior, se se juntar o fator de ter sido acompanhada em diversos canais por cabo ingleses, mas também pelo mundo inteiro.

Segundo o jornalista Lizo Mzimba, da BBC, a cerimónia fúnebre foi acompanhada por 13 milhões e 620 mil telespectadores no Reino Unido, com cerca de 50 mil espectadores a dividirem-se pela cobertura da Sky News e outro milhão a acompanhar as emissões especiais do Channel 4 e do Channel 5, sendo que os treze milhões de britânicos terão acompanhado pelo menos uma hora da emissão em homenagem ao duque de Edimburgo.

Porém, foi a BBC One que conseguiu reunir a maior parte da audiência, ao atingir sozinha um pico de dez milhões e 800 mil telespectadores durante as 15h, hora em que o duque de Edimburgo foi carregado até à Capela de São Jorge – antes do início do funeral – acompanhado por vários membros da família real, como o príncipe Harry, o príncipe William e os príncipes Carlos e Ana.

A rainha Isabel II permaneceu sozinha durante o funeral do marido, o príncipe Filipe.
A rainha Isabel II permaneceu sozinha durante o funeral do marido, o príncipe Filipe. (Fotografia: Facebook).

A cerimónia fúnebre ficou ainda marcada pelo adeus solitário da rainha Isabel II ao homem com quem permaneceu casada durante mais de sete décadas, naquele que foi o matrimónio mais longo de toda a família real britânica. Devido à pandemia, a rainha sentou-se sozinha, de máscara, a duas cadeiras de distância do príncipe André.

A apenas quatro dias de completar 95 anos – a 21 de abril – a rainha despediu-se do homem que descreveu como sendo a sua maior “força e apoio” durante todo o seu casamento e reinado. A cerimónia fúnebre, que havia sido planeada com muita antecedência pelo próprio príncipe Filipe, sofreu alterações devido às restrições impostas pela pandemia, levando a família real a permanecer isolada durante o funeral do duque de Edimburgo, que faleceu aos 99 anos a 9 de abril de 2021.

Em comparação com o funeral da rainha Isabel, a Rainha-Mãe, que se deu também a 9 de abril – de 2002 – a cerimónia alcançou um pico máximo de dez milhão e 400 mil telespectadores, de acordo com a BBC. Porém, em 1997, o funeral da princesa Diana alcançava a poderosa marca de 32 milhões de ingleses em frente ao televisor, num evento que se tornou e permanece um dos mais vistos de sempre em televisão.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
RTP
RTP diz adeus às touradas. E que mais vem aí no futuro da estação pública?