Audiências sábado
Fotografias: Instagram

Audiências. RTP1 aguenta-se em dia de queda para SIC e TVI

Este sábado (17), a RTP1 foi o único canal generalista a marcar um share diário acima da média atual da estação. Tanto a SIC, como a TVI atingiram resultados bastante inferiores às suas médias. No entanto, os lugares no pódio das audiências permaneceram inalterados.

Nas contas totais do dia, a SIC conseguiu manter a liderança, mas com um resultado 2,8 pontos percentuais inferior à média atual do canal. A estação dirigida por Daniel Oliveira marcou 16,6% de quota de mercado. Em segundo lugar, e também com um resultado abaixo da média, ficou a TVI, que alcançou 14,9% de share diário. A média atual do canal de Queluz é 17,4%.

Estes resultados das privadas foram os piores em várias semanas. No caso da SIC, desde 27 de março, dia em que houve futebol na RTP1, que não registava um valor de quota de mercado diário tão baixo. Nesse dia, a estação do grupo Impresa fez 14,9% – o mesmo que o canal público. Em relação à TVI, é necessário recuar até 23 de janeiro para encontrar um valor pior. Nesse dia, a Quatro não foi além dos 14,4%.

A RTP1, este sábado (17), apesar de ter subido em relação à média, não subiu o suficiente para sair do terceiro lugar. No total do dia, a estação estatal marcou 11,4% de share, registando uma subida de 0,2 pontos percentuais face à média.

Sábado de noite dividida

A principal aposta da SIC para a noite deste sábado foi um episódio especial de Patrões Fora (11,2% / 20,5%). A sitcom ambientada nos estúdios do Casa Feliz começou na liderança das audiências, mas deixou o primeiro lugar escapar ainda durante os instantes iniciais. Em média, mais de um milhão e 61 mil espectadores acompanharam a série protagonizada por João Baião.

A TVI esteve na vice-liderança enquanto emitiu um bloco síntese de Bem Me Quer. O resumo da trama (9,2% / 16,7%)  teve a duração de 14 minutos e foi visto por menos de 900 mil espectadores. No entanto, quando entrou no ar o capítulo do dia da principal aposta de ficção do canal de Queluz, a TVI saltou para a dianteira. Em média, mais de um milhão e 59 mil espectadores estiveram fidelizados na história de Maria Rita, o equivalente a 11,2% de rating e 20,9% de share.

Com o fim de Bem Me Quer, a RTP1 conseguiu chegar à liderança. O canal público suspendeu a habitual programação dos sábados à noite e emitiu a primeira parte da Final do The Voice. O programa apresentado por Catarina Furtado esteve no ar durante mais de duas horas e meia e, em média, foi acompanhado por 693 mil espectadores. O formato de sucesso internacional conseguiu estar no primeiro lugar das audiências durante cerca de 30 minutos não consecutivos, quando a SIC tinha no ar o Terra Nossa, e a TVI o Mental Samurai.

A reposição do programa de César Mourão bateu um novo máximo de rating para episódios repetidos emitidos em 2021. Terra Nossa (7,2% / 16,9%) começou atrás de Bem Me Quer, mas depois foi com o The Voice que discutiu o primeiro lugar, numa altura em que o Mental Samurai (6,1% / 16%) era terceiro. O game-show apresentado por Pedro Teixeira bateu um novo mínimo de audiência média,  mas mesmo assim chegou à dianteira mal terminou o concurso de talentos da RTP1.

Mental Samurai derrotou Hell´s Kitchen – Os Eliminados (3,5% / 13,2%). O bloco dedicado ao programa de Ljubomir Stanisic permaneceu no segundo lugar das audiências frente ao episódio de Mulheres (3,6% / 15,5%) que foi líder.

Outros destaques:

  • O Jornal da Noite (11,7% / 22,8%) foi o programa mais visto do dia. O noticiário apresentado por João Moleira foi acompanhado por mais de um milhão e 110 mil espectadores. Atrás ficou o Jornal das 8 (8,7% / 17,1%) e o Telejornal (7,5% / 15,2%);
  • O Alta Definição (9,3% / 25,2%) recebeu Sofia Arruda e liderou as audiências confortavelmente. Depois, o E-Especial (5,9% / 17,7%) manteve o primeiro lugar frente ao Conta-me (4,9% / 14,4%), da TVI. Manuel Luís Goucha conversou com Ricardo Ribeiro, mas a entrevista marcou os piores valores de rating e de share do programa;
  • À tarde, o Em Família (5,1% / 14,3%) marcou o pior valor de audiência média, mas, apesar dos percalços, conseguiu liderar as audiências até bem perto das 19h. Nessa altura a liderança passou para O Preço Certo (5,7% / 13,5%) que bateu novos mínimos de rating e de share.
  • A SIC passou a maior parte da tarde em segundo lugar com os filmes Geronimo (4,4% / 13,7%) e Na Linha de Fogo (4,4% / 11,7%). No entanto, Na Linha de Fogo liderou as audiências durante os últimos minutos de exibição. A tarde da RTP1 foi preenchida pelo Aqui Portugal (3% / 8,9%). O formato popular foi terceiro, mas tocou na liderança durante os últimos momentos.
  • De manhã, o VivaVida (3,7% / 12,6%) começou em terceiro lugar, mas acabou por consolidar o habitual segundo lugar. Na liderança das audiências esteve O Nosso Mundo (6,4% / 21,6%). Nesta faixa, a RTP1 tinha no ar parte do Aqui Portugal (2,9% / 11,7%).
  • O Estamos Em Casa (2,9% /15,8%) foi apresentado por Cláudia Vieira e conseguiu garantir a liderança das audiências para a SIC. Atrás ficaram os episódios do Inspetor Max (1,7% / 11,9%) (2,4% / 12,9%) e o Vida Animal (2,5% / 11,6%), na TVI e os instantes finais do Bom Dia Portugal (1,8% / 14,8%), Animais Incríveis (2,1% / 11,5%) e o início do Aqui Portugal, na RTP.
  • Na CMTV, o Especial Informação – Funeral do Príncipe Filipe (1,7% / 5%) reuniu, em média, a preferência de 164 mil espectadores. O canal do grupo Cofina terminou o dia com um share diário de 4,8%, sendo que a média atual do canal é de 4,1%.
Mais Artigos
StarWarsIV_236Pyxurz
«May the Fourth be with you»: Espalha-Factos celebra ‘Star Wars’