nuno andré ferreira
Imagem: Facebook / Nuno André Ferreira

Nuno André Ferreira. World Press Photo premeia fotógrafo português

Fotojornalista Nuno André Ferreira conquistou o terceiro lugar na categoria 'Spot News'

Nuno André Ferreira, fotojornalista para a agência Lusa, conquistou o terceiro lugar no prémio da categoria ‘Spot News – single’ do World Press Photo. A categoria celebra as melhores fotografias do ano na cobertura de acontecimentos de última hora. O concurso de fotojornalismo World Press Photo, criado em Amsterdão, em 1995, é o mais prestigiante do mundo.

A 7 de setembro de 2020, no concelho de Oliveira de Frades, Viseu, Nuno André Ferreira já cobria o seu segundo incêndio quando se deparou com o cenário que mais tarde lhe valeria um prémio. Ainda distante do incêndio, numa estrada municipal, viu um carro. No seu interior, um bebé curioso com os seus arredores, acompanhado dos seus pais a observarem as chamas já fora do carro. No momento em que o bebé olha diretamente para o fotojornalista, com as labaredas de fogo ao fundo, dá-se a fotografia Fogo na Floresta, agora premiada.

“É uma imagem tirada durante a noite, numa estrada onde normalmente encontramos pessoas a fugir, ou apreensivas ou só a ver o desenvolver do incêndio. Não é uma fotografia que estamos habituados a ver, nem que eu estou habituado a fazer porque não se trata de um popular desesperado a fugir do incêndio, de um bombeiro a combater as chamas ou de uma imagem onde se vejam as chamas mesmo diretamente”, contou o fotojornalista ao Observador. Reflete, ainda, sobre o autêntico contraste entre “uma criança que, com aquela idade, não tem a noção do que é um incêndio, que não tem a perspetiva dos pais — que estão apreensivos com o que se está a passar” e o cenário fora do carro.

“Nós também temos a nossa missão, que é esta: é mostrar, é andar na rua. É quase como ter uma guerra e não ter ninguém a cobri-la, porque ficámos em casa com medo. Podemos ter medo, devemos ter, porque o medo acaba por ser um aliado para nos podermos salvaguardar, mas a nossa missão é esta. É tentar chegar às pessoas que não estão lá, é tentar transmitir alguns sentimentos, é tentar levar as emoções, é mostrar no dia a seguir às pessoas aquilo que tu viste e presenciaste” explica Nuno André Ferreira quanto à importância do fotojornalismo.

Nuno André Ferreira vive em Viseu, local onde iniciou o seu trabalho para a agência Lusa, em 2009, após ter estudado Comunicação Social em Coimbra e ter trabalhado como freelancer em Leiria. Apesar de não ter, na altura, ligações diretas à área, a paixão pela fotografia sempre o acompanhou. Esta não é a sua primeira premiação, já que as suas fotografias têm merecido reconhecimento junto do público. Nomeadamente, em 2010, Nuno André Ferreira conquistou o prémio nacional Estação Imagem, na categoria Ambiente. Em 2019, venceu o prémio Rei de Espanha de Jornalismo, com a memorável fotografia O Nosso Presidente Marcelo, publicada pela agência Lusa a 19 de outubro de 2019.

Entrar no World Press Photo, para mim, não é um objetivo, mas é o sonho de qualquer fotojornalista. Não persigo este prémio, mas toda a gente sonha em ser nomeado ou distinguido.”

O fotojornalista considera que a nomeação para o prémio “já bastava”, sendo que a sua conquista, anunciada esta quinta-feira (15), “significa muito” e “é uma felicidade imensa”. A história deste galardão internacional da fotografia inclui ainda outros fotógrafos portugueses, como Eduardo Gageiro, Miguel Barreira, João Silva, Daniel Rodrigues e Mário Cruz, que também trabalha para a agência Lusa.

O prémio de Fotografia do Ano foi atribuído ao dinamarquês Mads Nissen, pela sua imagem de uma senhora brasileira de 85 anos a ser abraçada pela primeira vez em cinco meses. O abraço é dado através de uma cortina de plástico que permite o contacto sem contágio, uma fotografia que retrata um aspeto da realidade vivida durante uma pandemia.

 

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Filomena Cautela
Novo programa de Filomena Cautela na RTP1 já tem nome e data de estreia