O Noivo é que Sabe com Cláudia Vieira
Fotografia: SIC/Divulgação

Cláudia Vieira apresenta o próximo ‘Estamos em Casa’

Este sábado (17), o Estamos em Casa, versão de fim-de-semana do matutino Casa Feliz, já tem anfitriã. Cláudia Vieira fica responsável por abrir as portas da ‘casa’, que pertence a Diana Chaves e João Baião de segunda a sexta-feira. 

A apresentadora e também atriz da SIC, teve a oportunidade de, recentemente, apresentar o Casa Feliz, juntamente com João Paulo Sousa, durante a ausência de João Baião e Diana Chaves.

Depois de uma temporada na condução do programa Regresso ao Futuro, ao lado de João Manzarra, Cláudia Vieira regressa à antena da SIC e volta a conduzir uma emissão a solo, algo que já não acontecia desde o Noivo É Que Sabe. 

Nas redes sociais da estação, não se desvendaram os convidados, mas “Este sábado vai ser ainda mais especial com o brilho de Cláudia Vieira!”. A última emissão do programa (9) foi conduzida pelo Padre Borga, ex-concorrente do programa A Máscara.  

Uma casa de todos

O Estamos Em Casa é transmitido todos os sábados, das 9 às 12 horas, em direto. A apresentação fica a cargo de uma personalidade ligada ao canal e tem como momento de partida, os últimos minutos da emissão de sexta-feira do programa Casa Feliz, com a entrega da chave de casa, por parte dos anfitriões  João Baião e Diana Chaves ao apresentador da semana. 

O programa, que estreou no início do ano, já contou com a apresentação de vários rostos do canal como Bárbara Guimarães, Carolina Patrocínio, Sara MatosAlexandra LencastreCarolina LoureiroRicardo Pereira, o elenco principal da novela Golpe de SorteCarolina CarvalhoMariana Monteiro, Dr. Almeida Nunes, Rúben Pacheco Correia, Renato Godinho, Filipa Nascimento e Padre Borga.

Já segues o Espalha-Factos no Instagram?

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Fita Isoladora. Crónicas criminais na TV são “um perigo e uma exploração de pessoas”