José Sócrates mostra documento durante entrevista na TVI
Foto: TVI

Audiências. Sócrates não chega para ‘Jornal das 8’ liderar

A entrevista ao antigo primeiro-ministro reuniu mais de 1,3 milhões de espectadores na TVI, mas só liderou quando o Jornal da Noite terminava na SIC.

José Sócrates deu esta quarta-feira (14) à TVI a sua primeira entrevista após a leitura da decisão instrutória da Operação Marques, de onde saiu acusado de seis crimes de branqueamento de capitais e falsificação de documentos. Incluída no Jornal das 8, a entrevista foi vista em média por 1 milhão e 330 mil espectadores.

A entrevista conduzida por José Alberto Carvalho foi para o ar entre as 20h53 e as 21h43 e registou uma audiência média de 14% e 24,4% de share. A TVI registou um pico de 15,1% de audiência às 21h36, o minuto mais visto do dia na televisão portuguesa. No entanto, a TVI esteve a perder para a SIC até às 21h19, quando o Jornal da Noite se aproximava do final, e a entrevista só se destacou na liderança contra o intervalo da SIC, a partir das 21h33.

O exclusivo da estação de Queluz fez subir as audiências do Jornal das 8, que conseguiu uma média de 12,5% de rating e 22,2% de share. Ainda assim, o Jornal da Noite manteve a liderança com uma média de 1 milhão e 276 mil espectadores (13,5% / 24%), e foi mesmo o programa mais visto do dia.

Na RTP1, o Telejornal fidelizou 867 mil espectadores (9,2% / 16,6%) e ocupou o terceiro lugar. A estreia de Vento Norte passou relativamente despercebida, não indo além dos 454 mil espectadores (4,8% / 8,4%). A série de época ficou abaixo dos primeiros episódios das antecessoras Até que a Vida nos Separe (5,7% de audiência) e Crónica dos Bons Malandros (6,9%).

Lê também: Vento Norte. Um regresso que abala uma família e o país

Nos totais do dia, a SIC recuperou a liderança perdida na véspera para a TVI devido à Liga dos Campeões. A estação de Paço de Arcos obteve uma média de 21% de share, contra 18,9% da TVI e 11,2% da RTP1. A CMTV voltou a liderar o cabo, com uma quota de mercado de 4,6%.

João Baião e Diana Chaves
Instagram

Casa Feliz volta a liderar e bate máximo anual

O talk show de João Baião e Diana Chaves foi o mais visto da manhã desta quarta-feira e conseguiu o seu melhor share do ano. Casa Feliz foi visto em média por 407 mil espectadores, correspondentes a 4,3% de audiência e um share de 23,8%. No entanto, a luta pela liderança das manhãs continua renhida.

Dois às 10 foi líder de forma quase ininterrupta até perto das 11h50, tendo-se destacado sobretudo na primeira parte. Maria Botelho Moniz e Cláudio Ramos foram vistos em média por 375 mil espectadores (4% / 21,9%). Casa Feliz disparou na última parte do programa, atingindo picos de 30% de share. Num distante terceiro lugar, a Praça da Alegria registou 173 mil espectadores (1,8% / 10,4%).

Com o embalo da última parte do Casa Feliz, o Primeiro Jornal (8,2% / 29,7%) voltou a deixar a grande distância os concorrentes Jornal da Uma (5,5% / 20%) e Jornal da Tarde (4,2% / 14,9%).

Outros destaques do dia
  • Na sequência da entrevista a José Sócrates, o Especial 24 – Operação Marquês reuniu 311 mil espectadores (3,3% / 6%) na TVI24 e foi o programa mais visto do canal, que subiu aos 2,2% de share diário. A SIC Notícias (2,3%) segurou a liderança dos informativos por uma décima, enquanto a RTP3 registou 1,5%.
  • Bem me Quer (12,6% / 23,1%) aproximou-se de Amor Amor (13,2% / 23,9%), mas a novela da SIC não deixou escapar a liderança. Na faixa seguinte, A Serra (11,7% / 27,3%) venceu Amar Demais (8,2% / 20,7%) com facilidade.
  • Ao final da noite, Tempo de Amar (6,2% / 23,9%) voltou a ganhar a Mulheres (3,5% / 17,6%), que por sua vez foi novamente líder no confronto com o Passadeira Vermelha (1,4% / 11,3%).
  • Viver a Vida (8,5% / 21,9%) e Êta Mundo Bom! (11,6% / 23,6%) voltaram a liderar ao final da tarde, superando O Preço Certo (8,8% / 19,5%) e Cristina ComVida (7,7% / 16,6%) na faixa das 19h.
  • Walker, o Ranger do Texas foi o melhor programa da RTP Memória, com 88 mil espectadores (0,9% / 1,6%). O canal do arquivo da RTP ficou-se pelos 0,5% de share, penalizado pelos fracos resultados do #EstudoEmCasa.
Já segues o Espalha-Factos no Instagram?
Mais Artigos
Ana Leal
Ana Leal junta-se à informação da CMTV