José Sócrates
Fotografia: TVI

José Sócrates entrevistado na TVI após a acusação da Operação Marquês

Será a primeira entrevista do ex-primeiro-ministro após a leitura da decisão instrutória da Operação Marquês

Depois de conhecer, esta sexta-feira (9), os crimes pelos quais vai responder no âmbito da Operação Marquês, José Sócrates dará a primeira entrevista, em exclusivo, à TVI na próxima quarta-feira (14).

Após o momento decisivo daquele que é o mais mediático processo da justiça portuguesa, o ex-primeiro ministro José Sócrates vai estar frente a frente com José Alberto Carvalho, que vai questionar e desafiar o ex-primeiro ministro a responder a todas as questões que os portugueses querem ver respondidas“, adianta o comunicado enviado pela estação de Queluz.

A entrevista será emitida no Jornal das 8 da TVI, seguindo-se uma análise e debate na TVI24 sobre aquele que é um dos processos mais mediáticos da história da justiça portuguesa.

A Operação Marquês é um dos processos mais mediáticos de sempre da justiça portuguesa, envolvendo pela primeira vez acusações de corrupção a um ex-chefe de Governo“, refere a RTP Notícias. Para além do ex-primeiro-ministro José Sócrates, o processo contava com mais 27 arguidos – 18 pessoas singulares e nove empresas, estando em causa o total de 188 alegados crimes económico-financeiros.

Em janeiro de 2019, iniciou-se a fase instrutória do processo, que culminou esta sexta-feira (9) com a leitura da decisão por parte do juiz Ivo Rosa. Dos 28 arguidos, apenas cinco foram formalmente acusados, seguindo para julgamento: o ex-primeiro-ministro José Sócrates, o empresário Carlos Santos Silva, o ex-ministro Armando Vara, o banqueiro Ricardo Salgado e o ex-motorista de José Sócrates, João Perna.

José Sócrates, que era acusado de 31 crimes pelo Ministério Público, vai responder por seis: três de branqueamento de capitais e outros três de falsificação de documentos. Carlos Santos e Silva é pronunciado pelos mesmos crimes. A Ricardo Salgado são imputados três crimes de abuso de confiança. Armando Vara responderá por um crime de branqueamento de capitais e João Perna por detenção de arma proibida. Dos 188 crimes que figuravam na acusação do Ministério Público, seguem 17 para julgamento.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Maria João Abreu protagonizou Golpe de Sorte
‘Golpe de Sorte’ volta às noites da SIC em edição especial